Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Plantão | Conselho de Administração aprova modelo sobre reposicionamento estratégico em refino

Conselho de Administração aprova modelo sobre reposicionamento estratégico em refino

E-mail Imprimir

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou o reposicionamento estratégico da companhia no setor de refino. O modelo foi desenvolvido com base em premissas sobre como melhorar a composição do portfólio da companhia no médio e longo prazos, estabelecer parcerias para mitigação de riscos e viabilizar investimentos no setor por meio desses novos agentes. O reposicionamento contempla a busca por parceiros em quatro refinarias. A Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), localizada em Canoas (RS), está entre as unidades para as quais a companhia buscará parceiros.
A parceria também contemplará ativos de logística integrados à Refap, como os terminais aquaviários de Tramandaí e Niterói e os dutos para transporte de petróleo e derivados na região. O modelo aprovado é o que foi apresentado no dia 19 de abril durante seminário na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro.
Além da Refap, a Refinaria Presidente Vargas (Repar), a Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e a Refinaria Abreu e Lima (RNEST) também estão abrangidas pelo projeto. A parceria nas quatro refinarias prevê a criação de duas empresas: uma reunindo os ativos da região Nordeste, incluindo RLAM e RNEST, e outra com os ativos do Sul, entre eles Refap e Repar. A Petrobras manterá uma participação acionária de 40% e outros 60% serão transferidos aos parceiros privados, que terão controle sobre a operação dos ativos.
A Petrobras manterá 75% da capacidade de refino nacional, permanecendo uma empresa integrada de óleo e gás. "É premissa desse modelo que a Petrobras continue com participação relevante para ter grande influência nas decisões de negócio e se beneficiar dos resultados financeiros. Outro aspecto positivo é que os parceiros podem trazer os investimentos necessários para a expansão do refino que, sozinha, a empresa teria maior dificuldades de fazer devido ao seu alto grau de endividamento", explica o gerente geral de Programas de Reestruturação de Negócios de Refino Comercialização e Transporte, Arlindo Moreira Filho.  
A adoção de um novo modelo para o segmento de Refino e Gás Natural está alinhada ao Plano Estratégico e de Negócios e Gestão da Petrobras para o período 2018-2022, que prevê o estabelecimento de parcerias e desinvestimentos também com o objetivo de fortalecimento da governança corporativa e melhora do financiamento da empresa, através de entrada de recursos em caixa.
No horizonte do PNG 2018-2022, não há previsão de parcerias em refino com cessão de controle além das quatro anunciadas hoje.

O processo de desinvestimento

A venda das duas subsidiárias, uma reunindo os ativos da região Nordeste e outra com os ativos do Sul, será feita por meio de um processo competitivo em que a empresa e/ou consórcio que oferecer a melhor oferta terá gestão dos negócios associados aos ativos de cada região.
O processo de venda de participação nos blocos regionais de refino inclui três fases principais: estruturação, desenvolvimento e fechamento. A primeira etapa, que acaba de ser concluída, compreende a definição do modelo de parcerias e sua aprovação no Conselho de Administração. Depois dessa etapa, ocorre o processo competitivo para a escolha do parceiro, culminando na celebração dos contratos para a formação da parceria. A fase final, prevista para terminar no segundo semestre de 2019, envolve a estruturação das novas empresas e a aprovação dos órgãos competentes para que a parceria se concretize. Até lá, a operação das refinarias continuará a ser feita nos moldes atuais. Nessa etapa, não haverá alteração na rotina operacional, nos processos de gestão ou vínculos empregatícios.
Após a concretização da parceria, terá início o período de transferência do controle das operações. Nessa fase, o futuro parceiro poderá convidar empregados da Petrobras a integrar seus quadros e após um período de transição que ainda será negociado, o comprador assumirá a operação das refinarias.

 

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital