Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Política | Grande Expediente discute fiscalização com radar móvel e tempo de tolerância na Área Azul

Grande Expediente discute fiscalização com radar móvel e tempo de tolerância na Área Azul

E-mail Imprimir

Grande Expediente realizado na sessão desta quinta-feira, 11 de agosto,  recebeu o secretário municipal de Transportes, Luiz Carlos Bertotto, para tratar sobre o funcionamento da Área Azul e o uso de radar móvel em ações de fiscalização. O espaço foi proposto pelo vereador Cezar Mossini (PMDB).

Segundo o parlamentar, o que motivou o convite para explanação do secretário foram os questionamentos de condutores quanto a necessidade do uso de radares móveis no período noturno, bem como a impossibilidade de paradas rápidas na Área Azul. Mossini defendeu um período de tolerância para o condutor. “Nossa sugestão é para que seja incluída a tolerância de dez minutos”, afirmou. O vereador questionou as ações de fiscalização com radares móveis, nas quais os agentes ficam em locais fora da visão dos condutores, e a falta de mais estacionamentos destinados a motocicletas no centro da cidade.
Sobre a Área Azul, Bertotto disse que já existe na prática uma tolerância de dez minutos. Será estudada a inclusão da medida no texto que regulamenta o serviço. O secretário destacou os benefícios da Área Azul, no sentido de democratizar o uso do espaço público. "É algo que funciona e tem uma aceitação muito boa”, salientou. 

Em relação aos radares móveis, Bertotto ressaltou que as ações, inclusive as noturnas, atendem solicitação da própria comunidade. "A utilização de radar e a fiscalização mais efetiva têm trazido uma tranquilidade maior à população”, destacou. Citou a redução dos acidentes e lembrou que a Prefeitura divulga com antecedência os locais onde serão realizadas as ações. O Grande Expediente também contou com a presença do diretor de Trânsito, Clóvis Braga.

Aprovada a inclusão de Educação para o Trânsito na grade curricular das escolas municipais


A Câmara aprovou projeto de lei do vereador Francisco da Mensagem (PSB) que dispõe sobre a instituição do ensino de Educação para o Trânsito como atividade curricular nas escolas municipais de Canoas. A proposição (PL 60/2016) prevê a criação de mecanismos capazes de promover um currículo mínimo e prático sobre o trânsito, com ações organizadas e sistemáticas em matéria específica ou como conteúdo de outra disciplina. “O projeto visa dar a oportunidade de que a criança e o jovem adquiram consciência sobre os perigos do trânsito ainda na escola, tornando-se, com certeza, futuros cidadãos respeitadores das leis do trânsito”, destaca Francisco.

 

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital