Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Plantão | Médicos de Canoas não recebem salários e convivem com a falta de segurança e equipamentos básicos para o trabalho

Médicos de Canoas não recebem salários e convivem com a falta de segurança e equipamentos básicos para o trabalho

E-mail Imprimir

Médicos de Canoas não recebem salários e convivem com a falta de segurança e equipamentos básicos para o trabalho
O problema da falta de pagamento dos médicos que atendem na rede básica de saúde continua. O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul realizou vistoria em duas UPAS nessa segunda-feira, 11, em Canoas e constatou que os respectivos gestores não estão cumprindo com o pagamento das remunerações mensais.
Nas UPAs Niterói e Guajuviras os médicos receberam apenas 40% do salário referente ao mês de julho. Não bastando, a falta de medicamentos comuns usados no dia a dia como corticoide, analgésicos e antibióticos os médicos não têm equipamentos básicos para trabalhar sendo obrigados a trazer de casa otoscópio, esfigmomanômetro e estetoscópio para atender os pacientes. “Outro problema grave é na transferência dos pacientes das UPAs para o HPS de Canoas. Os médicos não conseguem realizar a transferência devido a burocracia no procedimento. Dependendo do estado de saúde

O problema da falta de pagamento dos médicos que atendem na rede básica de saúde continua. O Sindicato Médico do Rio Grande do Sul realizou vistoria em duas UPAS nessa segunda-feira, 11 de setembro, em Canoas e constatou que os respectivos gestores não estão cumprindo com o pagamento das remunerações mensais.

Nas UPAs Niterói e Guajuviras os médicos receberam apenas 40% do salário referente ao mês de julho. Não bastando, a falta de medicamentos comuns usados no dia a dia como corticoide, analgésicos e antibióticos os médicos não têm equipamentos básicos para trabalhar sendo obrigados a trazer de casa otoscópio, esfigmomanômetro e estetoscópio para atender os pacientes. “Outro problema grave é na transferência dos pacientes das UPAs para o HPS de Canoas. Os médicos não conseguem realizar a transferência devido a burocracia no procedimento. Dependendo do estado de saúde

 

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital