Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Destaques

Destaques

Etiqueta no avião

Nunca aeroportos do país estiveram tão lotados. Milhares de pessoas viajam para destinos os mais variados durante todo ano. Mas nas férias e nos feriados, o movimento aumenta com viajantes em busca de descanso e diversão. Para superar qualquer problema, é preciso manter algumas regras básicas de comportamento. Quantas vezes, por exemplo, ouvimos casos de pessoas que se excedem na bebida causando tantos inconvenientes, que as vezes se torna até necessária a retirada do passageiro do avião.

Para a consultora Silmara Leite Ribeiro Santos, coordenadora do curso de Etiqueta e Comportamento Corporativo do Centro Europeu de Curitiba, a preocupação com o comportamento em ambientes públicos, neste caso nos aeroportos e aviões, é fundamental e geram simpatia. “Falar de etiqueta no mundo de hoje pode parecer frivolidade. Muitas vezes as pessoas ligam a palavra Etiqueta à ostentação e ao luxo. Puro engano. A boa educação, as normas e regras devem ser observadas e cumpridas para vivermos dignamente em sociedade. A etiqueta é importantíssima em todas as classes sociais, no nosso dia a dia”, afirma Silmara.

Segundo ela, algumas situações tornam-se incômodas para todos os passageiros se não forem bem executadas ou, possivelmente, evitadas durante a viagem, como falar em voz alta, fazer gracinhas com os comissários de bordo e arrumar o bagageiro de mão durante o trajeto. De acordo com a profissional, outras dicas interessantes ficam por conta das roupas que devem ser utilizadas durante a viagem, valorizando peças que prezem pelo conforto. “O ideal é que as roupas sejam de tecidos que não amassem muito. Os sapatos merecem atenção especial, pois precisam ser confortáveis. Botas são desaconselháveis, uma vez que os pés podem inchar. Nem pense em andar pelos corredores descalço ou de meias. Você não está na sua casa”, aconselha.

Confira abaixo algumas dicas de etiqueta para que a sua viagem não cause transtornos:

- Respeite o horário de antecedência em sua viagem (uma hora para voos nacionais e duas horas para voos internacionais);

- Procure levar apenas uma bagagem de mão;

- É interessante deixar todos os objetos metálicos em uma única bagagem. Assim ela será facilmente conferida pelas autoridades, poupando, inclusive, o tempo de quem está atrás de você;

- Se for conversar, respeite os demais. Quanto mais tranquilo e calmo for o ambiente, melhor;

- Entre no avião calmamente procurando sua poltrona. Caso encontre alguém sentado, confira com a pessoa a numeração do seu assento. Gentilmente, diga que deve ter havido algum engano e que aquela poltrona está marcada em sua passagem;

- Quando for deitar sua poltrona, antes dê uma olhada para o passageiro que está atrás de você. Não se espreguice e evite ao máximo bocejar;

- Se por acaso você percebeu que um casal ficou separado ou um filho com os pais, não há nada de errado em se oferecer para trocar de poltrona. Será gentil e elegante de sua parte;

- Modere os movimentos dos braços ao ler jornal e revistas. As pessoas sentadas ao seu lado agradecem. Se for usar qualquer aparelho eletrônico, cuidado no volume que os coloca;

- Evite bebidas alcoólicas;

- Nada de gracinhas e respeite as orientações passadas pelos comissários de bordo;

- Algumas pessoas gostam de tirar fotos durante o voo, em especial os adolescentes. Faça isto de modo discreto;

- Aguarde o avião parar por completo para aí sim, levantar-se e pegar sua bagagem. É desagradável ver as pessoas eufóricas, pegando de qualquer jeito os pertences de mão e atrapalhando os demais e ficando de pé no corredor.

Última atualização ( Qui, 28 de Julho de 2016 16:56 )
 

Dor: Passado, Presente e Futuro

Segundo a IASP (International Association for the Study of Pain), a dor é uma experiência sensitiva e emocional desagradável, associada com lesão tecidual atual ou potencial. Ela afeta a maioria das pessoas ao longo de suas vidas, de forma aguda ou crônica, e quando contínua, de longo prazo, compromete funções laborativas e sociais dos indivíduos, com consequências muitas vezes irreversíveis, com perdas familiares e de sustento. Diante disso, a dor, que até então tem sido objeto de estudos científicos por anos para seu melhor entendimento e desenvolvimento de tratamentos que visem amenizar seus sintomas, parece agora vislumbrar outros horizontes, onde ela possa nem mesmo existir na maioria dos casos.

Como explica o neurocirurgião especialista em dor, Dr. Claudio Fernandes Corrêa, no passado, a dor era traduzida como expressão de alguma agressão ou, ainda, no contexto teológico, como fonte de sofrimento e punição que deveria ser aceita como tal. Com o passar do tempo e os devidos esclarecimentos obtidos a respeito da biologia humana, suas doenças e as suas consequências no estado físico e emocional, a dor passou a ter um foco diferenciado de atenção para a sua contenção. “Se antes ela era vista como uma consequência natural de alguma disfunção, acidente, destino, com a obtenção de novos conhecimentos médico-científicos foi possível contextualizar a sua existência como algo tão importante quanto à doença de base que a gerava e a permanente necessidade de cuidados especiais que, inclusive, ajudassem no tratamento desta”, relata dr. Claudio.

O caminho para o futuro neste campo, no entanto, prevê mais que a amenização ou cura da dor, mas fazer com que ela seja de fato, prevenida na maioria dos casos.

Tendo como parâmetro a idade média, onde predominava os procedimentos ablativos (de corte) fomos evoluindo gradativamente.

“Um exemplo de técnica rudimentar, era o uso da trepanação para o tratamento de dores de cabeça, e que consistia em abrir um buraco no crânio do paciente com uma broca neurocirúrgica. Apesar de assustador e bastante invasivo, os médicos da época acreditavam que o procedimento ajudaria a aliviar a pressão que causava o quadro doloroso. Hoje, sabendo que existem mais de 150 tipos de dores de cabeça, com gatilhos de crise bem conhecidos, percebe-se o quanto evoluímos com o desenvolvimento de medicamentos inteligentes, orais e injetáveis, bem como com o apoio de procedimentos operatórios, além das terapias mentais e físicas para o seu alívio”.

Em um processo evolutivo, desde então, temos os procedimentos cirúrgicos cada vez menos necessários e menores, conhecidos como minimamente invasivos. Do ponto de vista medicamentoso, o aprimoramento do manejo de opioides tem garantido mais qualidade de vida, com segurança, a pacientes crônicos e terminais. Neste contexto, bombas de infusão abastecidas periodicamente pelo médico responsável e administradas pelo próprio paciente têm se mostrado bastante eficientes.

Outro destaque é a neuroestimulação cerebral profunda, em que um eletrodo implantando em pontos estratégicos no cérebro do paciente consegue regular suas ondas cerebrais para o controle da dor.

Para o futuro tratamento da dor, alguns estudos apontam para linhas bastante inovadoras e promissoras, tais como:

- Scanneamento de bebês para mapeamento do seu DNA, identificando a predisposição ao desenvolvimento de doenças futuras, e cujo tratamento seria o recorte destes genes. Esta técnica também é conhecida como Photoshop Genético e também poderá ser utilizada por casais que planejam ter filhos, com mapeamento e cruzamento prévio de seus próprios genes antes de engravidarem.

- Diagnóstico Portátil: uma escova de dente, com dispositivos eletrônicos, identificará vírus e bactérias antes mesmo de eles se manifestarem no organismo, tornando a profilaxia prévia do indivíduo.

- Fonte da Juventude: doenças degenerativas típicas do envelhecimento e que são as maiores responsáveis pelas dores crônicas poderão ser contidas com terapias de rejuvenescimento celular.

“Em resumo, ainda que não seja possível prever traumas, acidentes e alguns adventos agudos que geram a dor, a medicina se prepara para cada vez mais absorver casos em que ela seja previsível no médio e longo prazo, especialmente como consequência de doenças já conhecidas, e, desta forma, poder antecipar e aperfeiçoar tratamentos antes mesmo de ela se instalar”, finaliza o especialista.

Dr. Claudio Corrêa

Com mais de 30 anos de atuação profissional, Dr. Claudio Fernandes Corrêa possui mestrado e doutorado em neurocirurgia pela Escola Paulista de Medicina/UNIFESP. Especializou-se no tratamento da dor aliado a neurocirurgia funcional – do qual se tornou uma das principais referências no Brasil e também no Exterior.

É também o idealizador e coordenador do Centro de Dor e Neurocirurgia Funcional do Hospital 9 de Julho, serviço que reúne especialistas de diversas especialidades para o tratamento multidisciplinar e integrado aos seus pacientes.

Currículo Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4734707Z5

 

 

Acupuntura como aliada no tratamento da dor

Vânia descobriu o câncer de mama em 2009. O diagnóstico foi feito no início da doença e, depois de passar por procedimento cirúrgico, ela enfrentou o tratamento com radioterapia. Mas o câncer não veio sozinho. Vânia Maria Baggio e Silva, hoje com 54 anos, sentiu muita dor, o que a levou a um quadro de depressão. Assim como ela, a dor afeta a maioria dos pacientes em tratamento. Um levantamento realizado pelo Instituto Oncoguia, em 2015, identificou que a dor crônica afetou a disposição de 89% dos pacientes oncológicos que responderam ao questionário. Mais de 80% relataram que a dor afetou o desempenho no trabalho, levando até mesmo à perda do emprego. As palavras mais utilizadas para descrever a convivência com o sintoma foram desânimo (40,4%), angústia (35,6%) e desespero (17,5%). Mais da metade dos entrevistados atribuiu à persistência da dor o surgimento de outros problemas de saúde, como depressão, ansiedade e aumento de doenças crônicas e obesidade.

Causas

De acordo com a médica do Centro de Tratamento do Câncer (CTCAN), Mariângela Pecly, pós-graduada em Acupuntura, Tratamento da Dor e Medicina Paliativa, a dor é um fenômeno complexo, multifatorial e de difícil avaliação. “Sua intensidade não é diretamente proporcional à severidade da doença e muitos são os fatores que podem influenciar a sua percepção como: raiva, medo, ansiedade, depressão e desamparo”, explica. As causas podem ser divididas em: própria doença, como invasão óssea e invasão visceral, em torno de 46% a 92% dos casos; relacionadas à doença, como espasmos muscular e constipação intestinal, em torno de 12% a 29% dos casos; e relacionadas ao tratamento da doença, em torno de 5% a 20% dos casos, como cirurgia, quimioterapia, radioterapia, etc.

Mais qualidade de vida

Um dos tratamentos que ajudou Vânia a vencer a depressão foi a acupuntura. Ela também fez terapia, ioga, quiropraxia e melhorou seus hábitos alimentares. “Hoje procuro coisas naturais, vou na feira ecológica, mudei meu estilo de vida. A doença dá uma sacudida na gente, hoje estou curtindo e aproveitando”, conta.  Conforme Mariângela, com os avanços na medicina e nas diversas especialidades paralelas como a bioquímica, foram descobertos neurotransmissores como a serotonina, beta endorfina, dinorfina entre outros e a associação entre os mecanismos de ação da acupuntura e a produção dessas substâncias se tornou cada vez mais clara.  “A acupuntura pode ainda atenuar efeitos colaterais indesejáveis relacionados à quimioterapia como: náuseas, vômitos, xerostomia e diarreia e aliviar quadros de ansiedade, depressão, insônia e dores em geral. Estudos mais recentes têm demonstrado que a acupuntura pode também ajudar a modular o sistema imunológico”. A atividade física também pode ser uma aliada no controle à dor oncológica. “Ela combate o desuso, a distrofia, a hipotonia muscular e a diminuição da amplitude articular decorrentes do repouso prolongado. Pode também propiciar melhora do humor, da função intelectual, da capacidade de autocuidado, do padrão de sono, ansiedade, depressão, e de um modo geral da qualidade de vida do paciente”, ressalta a médica.

Última atualização ( Ter, 26 de Julho de 2016 12:10 )
 

Cirurgia plástica para afinar o rosto é a sensação do momento

O Brasil é o país líder em procedimentos cirúrgicos estéticos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas, são realizadas cerca de 1,5 milhão de cirurgias plásticas por ano. Diversas intervenções ajudaram o país a receber o podium nesse ranking. Atualmente, o procedimento queridinho das famosas que querem dar ao rosto um aspecto mais definido é a bichectomia.

De acordo com o cirurgião plástico da Clínica Grafguimarães, Doutor Carlos Alberto Preto Guimarães, o procedimento consiste na retirada da gordura facial que está localizada logo abaixo da região malar óssea.

Nos últimos anos, o padrão de beleza tem mudando constantemente, e a procura por rostos cada vez mais finos e magros tem se tornado tendência.

“Hoje os pacientes solicitam esse procedimento por questões estéticas, para melhorar o contorno facial, deixando o rosto mais definido e harmonioso” diz Guimarães.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, em 2014 eram realizadas cerca de 10 bichectomias por mês, em 2015 esse número triplicou, e atualmente, mais de 40 pessoas se submetem a essa cirurgia todos os meses pelo país afora.

O procedimento é feito com uma incisão muito pequena na região de dentro da boca. Trata-se de uma cirurgia relativamente tranquila, em que é retirado todo o excesso da bola de bichat, que fica localizada no terço médio da face. A cirurgia dura cerca de uma hora e a recuperação total acontece dentro de uma semana.

“Essa cirurgia pode ser feita em conjunto com os procedimentos de rejuvenescimento facial, mas o paciente poderá optar por fazê-la isoladamente, com o objetivo de definir a silhueta facial”, diz o cirurgião. O procedimento ganhou mais evidencia recentemente, pelo fato de muitas atrizes buscarem a bichectomia para ressaltar a maçã do rosto, ganhando assim um visual esteticamente mais harmonioso. Entre as celebridades que já passaram pelo procedimento estão Victoria Beckham, Kim Kardashian, Angelina Jolie e Megan Fox.

 

Coletivo Coca-Cola abre novas turmas em Canoas

O Coletivo Coca-Cola – programa social que promove cursos gratuitos de qualificação profissional a jovens de comunidades carentes de todo o País – está com as inscrições abertas para o terceiro ciclo de atividades de 2016. As aulas iniciam no dia 1º de agosto, mas até o dia 12 serão aceitas as inscrições para as novas turmas do curso de Preparação para o Mercado de Varejo na unidade localizada no bairro Harmonia, em Canoas.

Esta é uma nova oportunidade para os jovens canoenses buscarem qualificação para aumentar as chances de inserção no mercado de trabalho. As inscrições podem ser feitas diretamente na sede do projeto, instalada na Escola Martinho Lutero (Rua Cel. Vicente, 1340). A iniciativa é dirigida a estudantes entre 15 e 25 anos que já tenham concluído ou estejam cursando o Ensino Médio. Mais informações podem ser obtidas através do site www.coletivococacola.com.br.

COLETIVO COCA-COLA

Cursos de Preparação para o Mercado de Varejo

Inscrições: até 08/08/16

Início das aulas: 01/08/2016 (ainda são aceitas inscrições após o início das atividades)

COLETIVO CANOAS

Associação Comunitária Dr. Martinho Lutero

Rua Cel. Vicente, 1340 - Harmonia - Canoas

Telefones: 3472-7629 / 9595-9543 (educador Thiago)

Sobre o Coletivo Coca-Cola

A Coca-Cola Brasil lançou em julho de 2009 o programa Coletivo, uma inovadora tecnologia social que objetiva contribuir para o desenvolvimento socioeconômico de comunidades de baixa renda através da valorização da autoestima e da geração de renda. Atualmente, o Coletivo Coca-Cola possui quatro modalidades: Preparação para o Mercado de Varejo, Empreendedorismo, Logística e Produção e  Design de Embalagens Recicladas. Atualmente, 138 comunidades são atendidas pelo programa em 14 estados e no Distrito Federal. Para obter maiores informações sobre o Coletivo Coca-Cola e os cursos oferecidos é só acessar owww.coletivococacola.com.br.

Última atualização ( Sex, 22 de Julho de 2016 17:39 )
 

Meu Pai é o Bicho! Descubra o perfil comportamental de seu pai e acerte no presente!

O Dia dos Pais já está chegando! E se você ainda tem dúvidas de como presenteá-lo de forma especial e marcante, o IBC preparou algumas dicas e sugestões incríveis para você dar o melhor presente para seu pai, segundo o perfil comportamental dele! (Faça o Teste de Perfil Comportamental)

Meu pai é Águia! Ele é muito criativo e adora fazer diferente!

Pessoas com esse perfil adoram inovar e ter liberdade para se expressar e vivem pensando no futuro. A Águia inspira a todos com sua inclinação para mudanças e novas ideias. Escolha presentes como obras de arte, livros e cd's de artistas contemporâneos, ingressos para o show do artista favorito, peças de decoração com designer moderno, aparelhos tecnológicos como notebook, smartphone ou mesmo dvd’s de filmes e seriados de ficção científica, além de jogos em lançamento. Se você preferir viajar com seu pai, escolha passeios exóticos e inusitados, mergulho e passeio de balão sçao ótimas opções, você pode também dar algumas roupas e acessórios informais e modernos, ele vai usar sem medo!

Meu pai é Tubarão! Ele tem que fazer agora e não pode deixar para amanhã!

Tubarões têm o senso de urgência apurado e costumam tomar a iniciativa. Pessoas com esse perfil são motivadas pela ação e são impulsivos. O Tubarão é prático, procura soluções rápidas e fáceis para os problemas. Eles estão sempre focados no resultado e adoram superar barreiras. Pais assim, adoram roupas mais confortáveis para o dia o dia, artigos esportivos, acessórios neutros, kit de ferramentas prático, caixas e malas com divisórias, utensílios práticos para cozinha/churrasco, cooper cooler (refrigera vinho em 6 minutos), livros relacionados a ganhos financeiros e dvd's de filmes de ação!

Meu pai é Lobo! Ele prefere fazer certo a fazer rápido!

Os lobos são detalhistas e organizados, pensam bastante antes de realizarem algo para não dar nenhum passo em falso, são metódicos e responsáveis. Eles não gostam muito de mudanças e fazem de tudo para cumprir compromissos. Seu pai vai adorar ganhar livros e cd's de artistas consagrados, peças de arte ou hobbie favorito para colecionar, relógio de parede (horário de várias partes do mundo), kit sommerlier, kit sofisticado para escritório, jogos como xadrez e dama, vinhos finos ou mesmo dvd’s de filmes ou séries de investigação! Não tem como errar com roupas, sapatos, acessórios e kit de barbear/perfume sofisticados!

Meu pai é Gato! Ele adora fazer atividades em grupo e bater papo!

Pessoas com o perfil comportamental Gato são sensíveis, se relacionam bem com os demais, praticam uma comunicação harmoniosa e colocam a felicidade acima de resultados. O pai Gato vai adorar ganhar uma cesta com os produtos que ele mais gosta (vinhos, chocolates ou queijos, por exemplo), livros de romance ou de autoajuda, kits com produtos de perfumaria com a fragrância preferida, roupas alegres e extrovertidas, scrapbook ou porta retratos com fotos de vocês, massageador, travesseiro relaxante, dvd’s de filmes e séries de comédia ou comédia romântica. Você também pode fazer atividades divertidas com seu pai, como andar de kart, jogar games, assistir ao esporte favorito dele, ir à praia ou andar a cavalo!

Seguindo essas dicas não tem como errar na escolha do presente! Peça a seu pai que responda nosso Teste de Perfil Comportamental, descubra um pouco mais sobre ele e dê o presente perfeito!

*O Teste de Perfil Comportamental é realizado através de um aplicativo do Facebook. Sendo assim, o resultado sairá no nome da conta logada.

 
Página 10 de 143

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital