Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Destaques

Destaques

Ospa traz ao Brasil o maestro estoniano Risto Joost

 

Em sua estreia à frente de uma orquestra brasileira, o regente conduz concerto para piano de Brahms, com solos de André Carrara, e sinfonia de Bruckner, no Salão de Atos da UFRGS. O evento acontece no dia 14 de novembro, terça-feira, e presta homenagem aos 60 anos da Rádio da Universidade. Ingressos à venda no site da Ospa.


A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) dá sequência à Série UFRGS de concertos trazendo ao Brasil, pela primeira vez, o premiado maestro estoniano Risto Joost. No dia 14 de novembro, terça-feira, às 20h30, ele conduz a interpretação do Concerto para piano nº 1 de Johannes Brahms e da Sinfonia nº 4 de Anton Bruckner no Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O solista da noite é André Carrara, pianista da Ospa. O evento presta homenagem aos 60 anos da Rádio da Universidade, abrindo as comemorações do aniversário da emissora. Os ingressos custam R$ 30, estão à venda em vendas.ospa.org.br/ e serão vendidos, também, no dia do evento, na bilheteria do local.

Risto Joost tem no currículo grandes prêmios internacionais de regência, como o Malko, que venceu em 2015, e o Jorma Panula, obtido em 2012. Discípulo de Panula, ele é regente residente da Ópera Nacional da Estônia e regente principal da Orquestra de Câmara de Tallinn. Atua, ainda, como diretor artístico do Coro da MDR Leipzig Radio, da Sociedade Filarmônica de Tallinn e do Festival Birgitta.

Na primeira parte da noite, a Ospa executa o “Concerto para piano nº 1” de Brahms (1833-1897). A obra, finalizada em 1858, começou como uma sonata cinco anos antes. Brahms cogitou transformar o material em uma sinfonia e, decidindo-se por realizar um concerto para piano, escreveu uma obra instigante, que segue no repertório pianístico quase 160 anos após a elaboração. André Carrara, pianista da Ospa há mais de dez anos, assume os solos da peça.

A outra obra do programa, a “Sinfonia nº 4” de Bruckner (1824-1896), tem o subtítulo “Sinfonia Romântica”. Foi o primeiro trabalho do compositor austríaco a alcançar um sucesso de público significativo, e continua sendo uma de suas peças mais tocadas. Bruckner completou a versão original em 1874, e quase imediatamente começou a revisá-la, pois suas sinfonias anteriores (a segunda e a terceira) tiveram uma recepção aquém do esperado. A estreia ocorreu em 1881, mas a composição foi revisada posteriormente, até 1888.

Os ingressos para o concerto custam R$ 30, com 50% de desconto para estudantes, seniores e sócios do Clube do Assinante ZH.

Risto Joost (Estônia | regente)
Vencedor dos Concursos de Regência Malko (2015) e Jorma Panula (2012), ganhou amplo reconhecimento tanto por seu trabalho conduzindo óperas quanto nos palcos de concertos. É regente residente da Ópera Nacional da Estônia e regente principal da Orquestra de Câmara de Tallinn. Já regeu reconhecidas orquestras de toda a Europa. Em 2016, recebeu o Prêmio de Música da Fundação Cultural da Estônia por suas atividades artísticas em sua terra natal e no exterior. Também foi agraciado com o Prêmio de Figura Cultural Jovem da República Estoniana em 2011.

André Carrara (Brasil| piano)

Natural de Ubá, Minas Gerais, Carrara é pianista da Ospa há mais de dez anos. Desde 2013, atua também como professor da Escola de Música da orquestra. Paralelamente, mantém carreira como camerista, recitalista e concertista. Graduou-se na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde posteriormente fez mestrado. Aperfeiçoou-se no Brasil e na França, em aulas com Nise Obino e Nelson Freire. Doutorou-se em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e obteve o reconhecimento do júri em diversos concursos nacionais e internacionais. Sua discografia inclui a gravação dos 12 Estudos op. 10 de Chopin, com excelente repercussão na crítica especializada.

A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel). Os concertos da temporada 2017 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Corsan e Banrisul. Apoio: Ipiranga, Thyssenkrupp, Ventos do Sul e Audio Porto. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedactel.

Concerto da Ospa | Série UFRGS
Homenagem aos 60 anos da Rádio da Universidade
Quando: dia 14 de novembro de 2017, terça-feira
Horário: 20h30
Local: Salão de Atos da Universidade Federal do RS (Av. Paulo Gama, 110 – Porto Alegre)
Ingressos:
À venda em vendas.ospa.org.br/. No dia do evento, os ingressos serão vendidos no local a partir das 14h.
Valores: R$ 30 (público em geral) e R$ 15 (estudantes, seniores e sócios do Clube do Assinante ZH).
CORTESIAS – Estudantes, funcionários e professores da universidade podem retirar ingressos de cortesia na administração do Salão de Atos a partir de quinta-feira, dia 9/11. A cota é limitada, e a distribuição é feita por ordem de chegada. É necessário apresentar o Cartão da UFRGS, e cada pessoa pode retirar 2 ingressos. A administração do Salão de Atos funciona das 9h às 12h e das 14h às 18h.
PROGRAMA
Johannes Brahms: Concerto para Piano nº 1
Anton Bruckner: Sinfonia nº 4
Regente: Risto Joost (Estônia)
Solista: André Carrara (Brasil | piano)

 

Última atualização ( Qui, 09 de Novembro de 2017 14:09 )
 

Descarte Consciente vai até a Avenida do Carnaval no próximo sábado

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), a Cooperativa de Trabalho de Recicladores de Esteio (Cootre) e o Conselho Municipal do Meio Ambiente (Comam) estão preparando mais uma edição do Dia do Descarte Consciente. 

A atividade será no próximo sábado, 11 de novembro, no Bairro Santo Inácio, das 9h às 17h, Quem tiver em casa “lixo eletrônico” e óleo de cozinha usado poderá entregar no posto de coleta que será montado no canteiro central da Avenida Governador Ernesto Dornelles, mais conhecida como Avenida do Carnaval. 

Aparelhos de DVD sem conserto, pilhas e baterias usadas, monitores, televisores e outros eletrônicos (veja a lista abaixo) podem ter um destino adequado no Dia do Descarte Consciente e ainda gerar renda para os associados da Cootre, que vendem os componentes depois de desmontar os equipamentos. Se posto fora de qualquer forma, o lixo eletrônico pode comprometer o meio ambiente. Na última edição, no dia 23 de setembro, no Bairro Novo Esteio, o Dia do Descarte Consciente arrecadou 500 quilos de “lixo” eletrônico. 

Dia do Descarte Consciente

Quando: Sábado (11)
Horário: Das 9h às 17h
Local: Avenida Governador Ernesto Dornelles, no Bairro Santo Inácio (Avenida do Carnaval)

Materiais que serão recolhidos

Aparelhos de DVDs
Baterias
Cabos
Calculadoras
Carregadores
CDs
Celulares
Centrais telefônicas
Disquetes
DVDs
Estabilizadores
Faxes
Fios
Fontes
HDs e CPUs
Impressoras
Lâmpadas (cinco por pessoa)
Modens
Monitores
Mouses
No-breaks
Notebooks
Óleo de cozinha
Pilhas
Placas diversas
Roteadores
Scanners
Servidores
Teclados
Videocassetes

Última atualização ( Ter, 07 de Novembro de 2017 15:16 )
 

CEEE conclui obra de adequação em Linha de Transmissão de Canoas

A CEEE finalizou neste fim de mês a obra da linha de transmissão que “transporta” energia elétrica em alta tensão entre as subestações Cidade Industrial e Porto Alegre 9, que passa pela SE Canoas 1. Essa linha passou por importante adequação, num investimento de mais de R$ 6 milhões, para melhorar a segurança e a qualidade da energia entregue pela CEEE à concessionária de distribuição da área, além de aumentar a confiabilidade do sistema elétrico. A medida também permitirá a regularização fundiária de algumas famílias da chamada Vila das Torres e a consequente legalização do fornecimento de energia. Isso vai melhorar a qualidade e a estabilidade do serviço fornecido para a população de Canoas, bem como permitirá suprir eventual aumento de demanda por carga de novas residências ou empreendimentos que venham a se instalar na região.

A obra se deu em diversas etapas e contou com a colaboração dos moradores para que o serviço pudesse ser executado com segurança para os trabalhadores e a comunidade e sem intercorrências. Num primeiro momento, foi feito o cadastro das famílias que moram na região em que estavam instaladas as torres de transmissão. Depois, houve reuniões com a comunidade e visitas por parte de profissionais da CEEE e da empreiteira contratada para orientar sobre os cuidados que precisavam ser tomados em função da escavação e instalação ou retirada de estruturas durante o serviço, a instalação da linha provisória e a retirada das torres.

Tem CEEE em Canoas?

Sim. A CEEE Geração e Transmissão está em todo o Estado e, em Canoas, a empresa possui subestações e linhas de transmissão que têm grande importância ao Sistema Interligado Nacional. Essas estruturas fazem parte da transmissão, que é uma das áreas de negócio do Grupo CEEE, responsável por permitir que a energia elétrica “escoe” da produção à distribuição ao cliente. As linhas de transmissão funcionam como a “rodovia” por onde a energia passa quando sai da usina até chegar à subestação rebaixadora (Canoas 1, por exemplo). Nesse local, a tensão é transformada a níveis que possam trafegar pela rede de distribuição (em Canoas, pertencente à concessionária RGE Sul) até chegar ao consumidor.

 

Grande Expediente homenageia os 30 anos da Faviero Veículos

Canoas - Em reconhecimento aos 30 anos e atividade no município, a Faviero Veículos recebeu homenagem na Câmara, nesta terça-feira, 17 de outubro, em Grande Expediente proposto pelo vereador Betinho (PTB). A empresa, dedicada à comercialização de veículos seminovos, foi inaugurada em agosto de 1987 por Luiz Antônio Chemello Faviero.

Betinho destacou, na abertura do Grande Expediente, que a Faviero Veículos é referência no comércio de veículos. “A garantia não repousa nas marcas ou qualidade dos veículos, a garantia maior é o nome. Como não reconhecer o capricho, a lisura, o respeito e a transparência do comerciante Luiz Faviero, sem máculas, um exemplo no comércio de veículos em Canoas”, ressaltou o parlamentar.

Desde 1994, a empresa está situada no mesmo ponto, na sede própria localizada na Avenida Getúlio Vargas. Ao receber a homenagem, Luiz Faviero lembrou do início das atividades, quando tinha poucos veículos à venda, e da superação da crise econômica que ocorria no país na época, que levou ao fechamento de várias revendas de veículos.

Acompanhado de familiares e colaboradores, o homenageado enfatizou que o segredo do sucesso do negócio está na dedicação ao cliente. Cerca de 60% das vendas realizadas envolvem compradores que já são clientes da empresa. “Não vendemos carro, vendemos confiança”, salientou. Está prevista para o próximo ano a inauguração de uma nova loja, próxima à atual, com a proposta de oferecer um ambiente mais amplo aos consumidores.

Última atualização ( Qua, 18 de Outubro de 2017 16:14 )
 

Lei Orçamentária Anual de 2018 é apresentada em audiência pública

 

Nessa terça-feira, 17 de outubro, a Prefeitura de Canoas promoveu uma audiência pública, no auditório Sady Schiwitz, na sede do Executivo, para apresentar à comunidade a Lei Orçamentária Anual (LOA) do exercício de 2018. Norteada pela Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), a Lei Orçamentária deve ser apresentada ao Legislativo nesta sexta-feira, 20 de outubro. A partir daí, os vereadores devem discutir e votar a proposta.
O orçamento Municipal é o instrumento que permite ao governo traçar um programa de atividades e projetos, estimando as receitas e planejando a sua aplicação. A LOA é a lei que contém por estimativa o cálculo da receita e das despesas públicas municipais, durante um ano financeiro, com observância das regras definidas pelo artigo 165, Parágrafo 3º, da Constituição Federal e também pela Lei Complementar 101, de 4 de maio de 2000, que estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal.
Para 2018, a prefeitura de Canoas estima arrecadar R$ 2,05 bilhões. Do total, 78,8% são oriundos de receitas próprias, como IPTU, ITBU e ISSQN, e transferências da União e do estado. Outros 21,2% são frutos de receitas de capital, como: operações de Crédito e transferências de capital. O restante, 15,7%, vem do CanoasPrev. O cálculo para obter a previsão de receitas levou em consideração índices da variação macroeconômica como PIB e IPCA.
Observando o cenário econômico público em todo o país, que demonstra atrasos salariais de servidores e o não pagamento de dívidas, que reflete nas decisões municipais, o prefeito Luiz Carlos Busato destacou os esforços que vem sendo feitos para diminuir gastos - especialmente com aluguéis de imóveis para setores públicos. O chefe do Executivo lembrou da importância de investir em programas que gerem mais receita ao município, que tem mantido as contas em dia neste primeiro ano de gestão. "Foi muito importante nós termos colocado os pés no chão e reequilibrado as contas da prefeitura. Estamos chegando ao final do ano e este é o momento de refletirmos sobre tudo aquilo que já fizemos e aquilo que ainda vamos fazer por Canoas. A Lei Orçamentária Anual é uma peça importante para demonstrarmos aos cidadãos as prioridades do governo", afirmou Busato.
Saúde e Educação
As duas pastas que receberão mais recursos em 2018 são Saúde e Educação. A maior receita é destinada à Saúde, com R$ 444,5 milhões. O montante será distribuído em ações de ampliação e qualificação da rede de atendimento de saúde, na construção das Unidades de Pronto Atendimento Pediátrica e da Mulher, no Centro de Emergências Odontológicas. O documento também contempla a reestruturação da gestão hospitalar e humanização do atendimento.
Outros eixos prioritários da Secretaria da Saúde serão: a atenção a portadores de sofrimento psíquico, transtornos mentais e menores vítimas de violência. Além disso, a pasta destinará recursos para a manutenção das unidades de pronto atendimento e ao programa Salvar-Samu.
Com previsão orçamentária de R$ 310,1 milhões, a Secretaria de Educação tem como meta a expansão da oferta de vagas na rede municipal de ensino, atuando na construção, ampliação e revitalização das escolas. Está prevista ainda a implantação gradual de tecnologias da informação e comunicação para o ensino. O fornecimento e a manutenção de alimentação escolar e a aquisição de uniformes e kits escolares também foram apontados como investimentos da Educação para o próximo ano.
Infraestrutura e mobilidade
Entre as pastas que receberão investimento vultosos estão ainda Transportes e Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Urbanos. Com foco na melhoria da infraestrutura da cidade e na sustentabilidade, as três secretarias receberão juntas mais de R$ 370 milhões. Na lista de prioridades da Secretaria de Obras estão o plano de macrodrenagem, ampliação e manutenção das redes pluviais; pavimentação, recuperação e manutenção de vias e revitalização da avenida Rio Grande do Sul, que corta o bairro Mathias Velho.
Já a pasta responsável pelo transporte e mobilidade, recebe aportes para a construção de ciclovias, BRT e do Sistema de Transporte Integrado. A LOA também traz projetos de integração urbanística, como rebaixamentos e elevações de vias, e a realização de licitação para o transporte público da cidade. A Secretaria de Serviços Urbanos tem como metas para 2018 a implantação e expansão da modernização da iluminação pública, a criação do crematório municipal, a construção e ampliação de cemitérios. Além da implantação da Usina de Transformação dos Resíduos Sólidos Domiciliares, criando uma fonte de renda alternativa aos cidadãos; também estão contemplados com recursos financeiros a manutenção dos serviços de limpeza urbana e gestão de resíduos sólidos.
Entre os investimentos em novos projetos ainda está prevista a construção de um Centro Administrativo, que unirá todos os núcleos da gestão municipal em um só local e reduzirá despesas na cidade. A LOA também destina recursos à reforma do Centro de Bem-Estar Animal e a melhoria na estrutura da Praia do Paquetá como potencial ponto turístico da cidade.
Ao ser enviado ao Legislativo, o projeto ficará disponível no site da prefeitura para consulta dos cidadãos. Assim, de forma transparente, os canoenses têm a possibilidade de acompanhar para onde serão destinados os recursos públicos.

 

Última atualização ( Qua, 18 de Outubro de 2017 15:38 )
 

Anejaculação: especialista explica por que alguns homens desenvolvem esse distúrbio

Alguns homens sofrem com distúrbios sexuais, a ejaculação precoce e disfunção erétil são os mais comuns. Mas já ouviu falar sobre anejaculação? Você pode sofrer dessa disfunção e nem faz ideia que precisa ser tratado. Neste caso, o indivíduo que apresenta o distúrbio não consegue chegar a ejaculação. Por ser um tema pouco discutido, especialista em sexualidade explica causas do problema e tratamentos.
A fisioterapeuta e sexóloga Fabiane Dell’ Antônio comenta que a anejaculação é a dificuldade ou ausência total da ejaculação, mas a sensação do orgasmo é preservada. “As principais causas que levam homens a desenvolverem essa disfunção são fatores emocionais, como não ejacular para não provocar a gravidez, insegurança, estresse e ansiedade. Medicamentos, alterações hormonais, uso excessivo de drogas e lesões de nervos após cirurgias pélvicas também podem influenciar”, destaca.
Devido a anejaculação, alguns homens também adquirem disfunção erétil por sentirem a falta de algo e que estão com problemas sexuais. “O homem deve buscar ajuda com médico urologista para diagnosticar a causa, conversar com a parceira ou parceiro e realizar outros tratamentos, caso necessário”, completa especialista.
A anejaculação tinge uma faixa etária ampla. Alguns casos manifestam-se desde o início da vida sexual e outros em homens mais velhos que realizaram a cirurgia de retirada da próstata.
A especialista explica que o tratamento para a disfunção depende da causa do problema, a saúde geral do homem, idade e estado emocional. “Já em casas após retirada de próstata não tem tratamento”.
Mas Fabiane tranquiliza casais que sofrem com esse distúrbio. “É necessário compreender a causa e esta situação, ter diálogo entre o casal, inovar nas práticas sexuais e ter consciência que não ejacular não interfere na masculinidade e prazer do homem”, conclui.
Algumas dicas para enfrentar a anejaculação
Incentivar o parceiro a procurar tratamento médico com o urologista para diagnosticar a disfunção na ejaculação e descobrir a causa;
Compreender que o orgasmo e desejo podem continuar normalmente;
Dialogar sobre a vida sexual do casal;
Procurar tratamento com psicólogo e fisioterapeuta quando necessário, visto que afeta o emocional e aspectos anatômicos;
Inovar a vida sexual, usar de criatividade e produtos sensuais com dicas de um sexcoach.

 
Página 1 de 145

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital