Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Esportes

Especiais

CBF decreta adiamento de todas as partidas

CBF decreta adiamento de todas as partidas
Em decorrência do trágico acidente ocorrido com a delegação da Associação Chapecoense de Futebol, a Confederação Brasileira de Futebol, por meio de Resolução de Diretoria, decreta luto oficial por sete dias e informa o adiamento de todas as partidas previstas para o calendário do futebol brasileiro por este período: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro da Série A e Copa do Brasil Sub-20.
Diante disso, a Diretoria da CBF resolve:
a) A partida de volta da decisão da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, ocorrerá no dia 7 de dezembro, às 21h45min.
b) A rodada final da Série A do Brasileirão será realizada no domingo, dia 11 de dezembro, às 17h.
c) A final da Copa do Brasil Sub-20, entre Bahia e São Paulo, será realizada no dia 8 de dezembro, às 21h15min.

Em decorrência do trágico acidente ocorrido com a delegação da Associação Chapecoense de Futebol, a Confederação Brasileira de Futebol, por meio de Resolução de Diretoria, decreta luto oficial por sete dias e informa o adiamento de todas as partidas previstas para o calendário do futebol brasileiro por este período: Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro da Série A e Copa do Brasil Sub-20.

Diante disso, a Diretoria da CBF resolve:

a) A partida de volta da decisão da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, ocorrerá no dia 7 de dezembro, às 21h45min.

b) A rodada final da Série A do Brasileirão será realizada no domingo, dia 11 de dezembro, às 17h.

c) A final da Copa do Brasil Sub-20, entre Bahia e São Paulo, será realizada no dia 8 de dezembro, às 21h15min.


 

 

Dicas para curtir (sem excessos) a festa da firma no final de ano

As tradicionais festas de confraternização estão chegando. Elas servem especialmente para unir a equipe, fortalecer o networkingentre os funcionários, valorizar e reconhecer a dedicação dos colaboradores e reforçar a imagem da empresa.

Para muitos, entretanto, a “festa da firma” gera ansiedade, especialmente para os mais reservados.

“Com a presença dos altos cargos de liderança da organização, a postura de todos será avaliada. Porém, nada de se desesperar: trata-se de um dia para relaxar sem excessos”, afirma a Master Coach e especialista em marketing pessoal Silvia Bez.

O clima informal desses eventos não deve ser motivo para que as pessoas percam os limites no ambiente profissional e terminem o dia com a imagem arranhada.

“Fique atento desde o seu vestuário até a maneira como se comporta. Isso vale para bebidas alcoólicas, piadas, brincadeiras e observações a respeito da empresa.”

Eventos de confraternização também valem como um termômetro do clima organizacional. “Uma abstenção significativa deve ser levada em consideração e o motivo para isso deve ser mapeado e corrigido. Afinal, colaboradores felizes com o trabalho e com a empresa buscam participar de momentos de congraçamento”, completa a Master Coach.

Abaixo, Silvia Bez lista 5 dicas para aproveitar as festas de confraternização da melhor forma possível:

1) Chegue no horário marcado para o início da festa. Até 15 minutos de tolerância são permitidos, mas não vá muito além. Os atrasos deixam os organizadores ansiosos e podem ser interpretados como descaso.

2) Seja agradável, procure falar de amenidades e interagir com todos. Falar mal de chefes e colegas, bem como criticar a organização nesta circunstância, é expressamente proibido.

3) Se você não está acostumado a tomar bebidas alcoólicas, não vá escolher justamente a festa de fim de ano da empresa para experimentar.

4) Cuidado com o vestuário. Lembre-se: diretores e colegas também estarão por lá. Procure um visual alegre e que valorize seu estilo, mas que seja também adequado ao ambiente corporativo. Fique atento ao aspecto da sua roupa, comprimento, transparências, decotes, etc.

5) Festas de final de ano são sempre uma ótima oportunidade para você melhorar seu networking. Não perca esta chance se comportando como se você estivesse na última festa da sua vida. Mesmo sendo um dia de festa, você está com pessoas do seu ambiente de trabalho.

“Mantendo um comportamento corporativo e, o mesmo tempo, descontraído, é possível tornar a festa um ótimo ambiente. Aproxime-se das pessoas com quem ainda tenha pouco contato para que, no próximo ano, o relacionamento com os colegas seja ainda mais agradável”, finaliza Silvia Bez.

Sobre Silvia Bez

É palestrante motivacional, especialista em vendas e marketing pessoal, além de Master Coach. Em seu trabalho, sempre foca o lado humanista. Com um portfólio de palestras com mais de 30 mil pessoas, também oferece serviços de treinamentos, seminários, workshops e coaching pessoal e profissional.

Possui mais de 30 anos de experiência em cargos de liderança em empresas como Banco Bradesco, Ponto Frio, Ambev, Lopes Consultoria, entre outras.

Formada pela Sociedade Latino Americana de Coaching e pela IAC (International Association of Coaching), é autora dos livros “Paixão em Vender – 5 Segredos do Vencedor”, “7 Passos para se apaixonar pelo que faz” e “5 Passos para Fortalecer sua Memória”.

Site: www.silviabez.com.br

 

MRV participa do Natal da Transformação em Canoas

A MRV Engenharia, líder nacional no mercado de imóveis econômicos, é pelo segundo ano consecutivo apoiadora do Natal da Transformação, em Canoas. O projeto é uma iniciativa sustentável da Prefeitura que consiste na decoração natalina da cidade por meio de artesanato com garrafas PET. Os enfeites são feitos por artesãs de uma cooperativa local de maneira a promover qualificação profissional, geração de renda e inclusão social à população canoense. “Estamos muito satisfeitos em contribuir para mais uma realização desta ação que resulta na transformação da maior e mais importante cidade da região metropolitana”, declara Lucas Ferreira Camarini, gestor de obras da regional Porto Alegre. A 8ª edição do evento acontece de 2 de dezembro de 2016 a 6 de janeiro de 2017 e contará com desfile cenográfico exclusivo. Acompanhado por uma orquestra local, a atração principal reúne 300 bailarinos canoenses, com o nome Cortejo da Transformação.

O Natal da Transformação é organizado em três eixos: social, ambiental e cultural. Além da parte ornamental, o projeto auxilia no sustento das cooperadas que desenvolvem e vendem produtos em espaços públicos nos dias do evento. A ação conta com intensa programação cultural, que envolve apresentações gratuitas de teatro, música e dança espalhadas pela cidade. O eixo ambiental contempla todas as atividades relacionadas a coleta de garrafas PET e conscientização sobre o descarte correto desses materiais. Através da secretaria municipal de educação, a rede municipal de ensino infantil e fundamental é mobilizada em uma grande gincana para arrecadação das garrafas. Em 2015, foram mobilizadas mais de 50 mil pessoas na cidade.

 

Nutricionista explica quem não deve consumir glúten e lactose

As especificações “Não contém glúten” e “Não contém lactose” são cada vez mais comuns de se ver nas prateleiras dos supermercados. A dupla é o assunto do momento e o mercado se adaptou às necessidades daqueles que têm doença celíaca, no caso do glúten, ou algum grau de intolerância a esses alimentos e estão cada vez mais conscientes de seus problemas.

O glúten é uma proteína presente no trigo, aveia, centeio, cevada e malte, que ajuda a dar a “liga” para algumas preparações, como pães e massas, por exemplo. Segundo a nutricionista Bianca Naves, do NutriOffice, “de acordo com a Federação Nacional das Associações de Celíacos, cerca de 1% da população apresenta doença celíaca”. A nutricionista explica que “esta é uma desordem sistêmica autoimune que acontece devido à ingestão de glúten, e que causa uma inflamação crônica nas paredes do intestino delgado”.

Entretanto, Bianca afirma que “a dieta gluten free está na moda, mas é preciso ter cuidado, pois tirar essa proteína do dia a dia não significa perder peso, ao contrário do que muitos acreditam”. Ela explica que “apenas aqueles que têm doença celíaca ou hipersensibilidade ao glúten precisam eliminar a proteína da alimentação e substituir os produtos à base de trigo, aveia, centeio, cevada e malte por outros que não contenham glúten, como farinhas e preparações que sejam à base de milho, mandioca e arroz, como é o caso do amido de milho, tapioca e farinhas de milho e de arroz, por exemplo”.

Já a lactose é o açúcar naturalmente presente no leite e em alguns laticínios. Bianca explica que “os intolerantes à lactose apresentam baixa produção da enzima que digere a lactose no intestino, o que pode provocar sintomas como gases e diarreia”. Esses indivíduos devem, portanto, restringir o consumo de lactose, mas a nutricionista afirma que “o cálcio, presente nos alimentos lácteos, é muito importante para o corpo humano, portanto os intolerantes à lactose podem substitui-los por bebidas que sejam fortificadas com esse mineral, para garantir seu consumo adequado, como é o caso da bebida à base de soja, por exemplo”.

Ambos, glúten e lactose, estão presentes em alimentos importantes e necessários para uma alimentação saudável e equilibrada. A nutricionista diz que “é comum ter alimentos tratados como vilões, e de tempos em tempos esses produtos mudam. Hoje, a bola da vez é o glúten e a lactose, mas a retirá-los do cardápio só é considerado necessário para quem realmente precisa”.

 

Trump e o aquecimento global

Trump e o aquecimento global
Reinaldo Dias
A ameaça que emergiu da recente eleição norte-americana pairou sobre a Conferência do Clima (COP22) realizada em Marrakech, encerrada no último dia 18 de novembro. Isto ocorreu devido às polêmicas declarações sobre o aquecimento global do presidente eleito Donald Trump, que afirmou que o conceito “foi criado por e para os chineses, para que a indústria manufatureira não seja competitiva” e completou dizendo que “Nova York está congelante, está nevando. Nós precisamos do aquecimento global”.
Durante a campanha eleitoral Trump afirmou que retiraria os Estados Unidos do Acordo de Paris, que já foi ratificado por mais de 100 países e entrou em vigor no último dia 04 de novembro. A ratificação do acordo em prazo recorde constitui um dos maiores avanços da humanidade no combate às mudanças climáticas.
A escolha de integrantes de sua equipe de transição parece confirmar as promessas de campanha e contribui para aumentar a preocupação quanto aos desdobramentos para o acordo climático. Para tratar as questões energéticas e ambientais, Trump indicou o lobista da indústria de combustíveis fósseis, Myron Ebell, reconhecido cético da teoria predominante sobre o aquecimento global.
O senhor Ebell faz parte de um grupo de intelectuais denominado Cooler Heads Coalition (Coalizão de cabeças frias, em tradução literal), financiado pela indústria de petróleo para combater o que qualificam de exageros acerca das mudanças climáticas. Além disso Ebell é diretor da organização conservadora Competitive Enterprise Institute formada também por céticos em relação ao aquecimento do planeta.
No mesmo momento em que estes fatos decorrentes da eleição norte-americana ocorriam, a COP22, no dia 8 de novembro divulgou dados da Organização Meteorológica Mundial (OMM) demonstrando que os últimos cinco anos foram os mais quentes dos registrados. Isto implica num aumento do nível do mar devido à inesperada rapidez no derretimento da camada de gelo polar. Atualmente o gelo do oceano ártico dos últimos cinco anos está 28% menor que a média dos 29 anos anteriores. Segundo a OMM as temperaturas se aproximam perigosamente da meta estabelecida na COP21.
São esses dados irrefutáveis e comprovados por várias agências internacionais e mesmo norte-americanas, como a Agencia Espacial (NASA) e a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), que os seguidores de Trump não aceitam e pretendem combater.
Mesmo a hipótese de não retirada imediata dos Estados Unidos da discussão sobre mudanças climáticas pode ser problemática, pois a tendência é que os representantes do futuro governo dos Estados Unidos emperrem a continuidade das pesquisas e do debate, bloqueando as iniciativas que até agora propiciaram avanços importantes e ajudaram a construir uma unanimidade internacional nunca antes observada.
Por outro lado, há um aspecto que pode ser considerado. As posições radicais do grupo liderado por Trump poderão fazer com que aumente a coesão dos demais países, fortalecendo posições contrárias aos céticos do aquecimento global. Esse movimento já começou e fez sua primeira aparição na COP22, que se encerrou em meados de novembro. Houve uma forte e unanime reação dos países contra as ameaças de retrocesso no acordo e repudio às ameaças vindas do presidente eleito.
O documento final da 22ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP22) constitui uma resposta aos céticos. Foi definido um plano de ação para implantar e monitorar o Acordo de Paris até dezembro de 2018, e de forma enfática se reiterou que o “clima global está esquentando em um nível alarmante e sem precedentes e a comunidade internacional tem o dever urgente de responder".

A ameaça que emergiu da recente eleição norte-americana pairou sobre a Conferência do Clima (COP22) realizada em Marrakech, encerrada no último dia 18 de novembro. Isto ocorreu devido às polêmicas declarações sobre o aquecimento global do presidente eleito Donald Trump, que afirmou que o conceito “foi criado por e para os chineses, para que a indústria manufatureira não seja competitiva” e completou dizendo que “Nova York está congelante, está nevando. Nós precisamos do aquecimento global”.

Durante a campanha eleitoral Trump afirmou que retiraria os Estados Unidos do Acordo de Paris, que já foi ratificado por mais de 100 países e entrou em vigor no último dia 04 de novembro. A ratificação do acordo em prazo recorde constitui um dos maiores avanços da humanidade no combate às mudanças climáticas.

A escolha de integrantes de sua equipe de transição parece confirmar as promessas de campanha e contribui para aumentar a preocupação quanto aos desdobramentos para o acordo climático. Para tratar as questões energéticas e ambientais, Trump indicou o lobista da indústria de combustíveis fósseis, Myron Ebell, reconhecido cético da teoria predominante sobre o aquecimento global.

O senhor Ebell faz parte de um grupo de intelectuais denominado Cooler Heads Coalition (Coalizão de cabeças frias, em tradução literal), financiado pela indústria de petróleo para combater o que qualificam de exageros acerca das mudanças climáticas. Além disso Ebell é diretor da organização conservadora Competitive Enterprise Institute formada também por céticos em relação ao aquecimento do planeta.

No mesmo momento em que estes fatos decorrentes da eleição norte-americana ocorriam, a COP22, no dia 8 de novembro divulgou dados da Organização Meteorológica Mundial (OMM) demonstrando que os últimos cinco anos foram os mais quentes dos registrados. Isto implica num aumento do nível do mar devido à inesperada rapidez no derretimento da camada de gelo polar. Atualmente o gelo do oceano ártico dos últimos cinco anos está 28% menor que a média dos 29 anos anteriores. Segundo a OMM as temperaturas se aproximam perigosamente da meta estabelecida na COP21.

São esses dados irrefutáveis e comprovados por várias agências internacionais e mesmo norte-americanas, como a Agencia Espacial (NASA) e a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), que os seguidores de Trump não aceitam e pretendem combater.

Mesmo a hipótese de não retirada imediata dos Estados Unidos da discussão sobre mudanças climáticas pode ser problemática, pois a tendência é que os representantes do futuro governo dos Estados Unidos emperrem a continuidade das pesquisas e do debate, bloqueando as iniciativas que até agora propiciaram avanços importantes e ajudaram a construir uma unanimidade internacional nunca antes observada.

Por outro lado, há um aspecto que pode ser considerado. As posições radicais do grupo liderado por Trump poderão fazer com que aumente a coesão dos demais países, fortalecendo posições contrárias aos céticos do aquecimento global. Esse movimento já começou e fez sua primeira aparição na COP22, que se encerrou em meados de novembro. Houve uma forte e unanime reação dos países contra as ameaças de retrocesso no acordo e repudio às ameaças vindas do presidente eleito.

O documento final da 22ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP22) constitui uma resposta aos céticos. Foi definido um plano de ação para implantar e monitorar o Acordo de Paris até dezembro de 2018, e de forma enfática se reiterou que o “clima global está esquentando em um nível alarmante e sem precedentes e a comunidade internacional tem o dever urgente de responder".

Reinaldo Dias -  Universidade Presbiteriana Mackenzie

 

FAB oferece curso profissionalizante gratuito para civis

Em Canoas, região metropolitana da capital gaúcha, o Hospital de Aeronáutica de Canoas (HACO), está oferecendo um curso profissionalizante gratuito, oportunizando a jovens uma nova opção de trabalho.

O curso é o de Auxiliar em Saúde Bucal (ASB), no qual o jovem se capacita para poder auxiliar nas diversas atividades de um consultório odontológico. Com aulas teóricas e estágio prático, o curso iniciará em março de 2017 e terá duração de seis meses.

São apenas 12 vagas, mas a previsão é que nos próximos anos mais turmas sejam formadas. Para se candidatar, é necessário ser brasileiro, civil, ter 18 anos ou mais, ter concluído o ensino médio e apresentar a documentação solicitada.

As inscrições serão presenciais, até 2 de dezembro de 2016, no Hospital de Aeronáutica Canoas, na Avenida Guilherme Schell, nº 3950, próximo à estação Fátima do Trensurb, dentro do Quinto Comando Aéreo Regional. As informações completas estão no edital, disponível em www.haco.aer.mil.br.

SERVIÇO:

O QUE: Curso Profissionalizante em Saúde Bucal.

ONDE: 12 vagas para Canoas, no Hospital de Aeronáutica de Canoas. Avenida Guilherme Schell, nº 3950, próximo à estação Fátima do Trensurb, dentro do Quinto Comando Aéreo Regional (V COMAR).

COMO: Acesse o edital pelo site www.haco.aer.mil.br

QUANDO: Inscrições de 3 de novembro a 2 de dezembro de 2016.

Mais informações: Seção de Comunicação do HACO, telefone (51) 3462.1150 / 1350.

Última atualização ( Seg, 21 de Novembro de 2016 17:36 )
 
Página 4 de 216

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital