Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Entretenimento

Entretenimento

Teatro - Grupo canoense participa de Festival em Osório

O Festival Art In Vento de teatro, em Osório tem um representante canoense. O festival ocorrerá do dia 17 ao 23 de outubro de 2016, o espetáculo (IN) Sônia do Grupo Skatá será apresentado dia 19 de outubro, às 9:30 da manhã na Câmara de Vereadores de Osório. Entrada franca.

(IN)SÔNIA se trata de uma adaptação de um dos dramas mais conhecidos de Nelson Rodrigues, “Valsa nº 6”, escrita em 1951. O elenco é composto por Nicole Leifheit, Joana Caspar, Gabriel Gonçalves, Gabriela Costa, Bianca Gudaites e Gabrielle Santos.

O monólogo tem como personagem a solitária Sônia, uma menina assassinada aos quinze anos de idade, que luta para, entre um delírio e outro, conseguir montar o quebra-cabeça de suas memórias. O texto é construído sob frases curtas e não auto-explicativo. Do tipo de peça clássica onde a surpresa vem só no final.
Direção de Diego Ferreira.

 

Universo Alegria 2016

Universo Alegria O maior festival sertanejo do Sul do Brasil A Rádio Alegria, em parceria com a Coca-Cola, Supper Rissul e Kaiser apresenta o maior festival sertanejo do Sul do Brasil: o Universo Alegria 2016. Em sua décima edição, o evento ocorre no dia 26 de novembro, sábado, a partir do meio-dia, no Parque Estadual de Exposições Assis (Avenida Celina Chaves Kroef, BR-116, Km 16, em Esteio), com grandes atrações musicais. Neste ano, Jorge & Mateus, Ivete Sangalo, Maiara & Maraísa, Marília Mendonça, Zé Neto & Cristiano, Victor & Leo, César Menotti & Fabiano, Israel Novaes, Lucas & Felipe, Kleo Dibah e Rafael e Marcos & Fernando sobem ao palco para realizar um grande festival de música, com mais de 16 horas de festa. Os ingressos já estão à venda para os setores de Arena (1º. lote) no valor de 60 reais; Arena Vip Copo cheio (3º. lote) por 130 reais; Camarote Rádio Alegria Open Bar (5º. lote) 260 reais; Backstage Feminio (3º. lote) 400 reais; Backstage Masculino (3º. lote) 500 reais e Onstage (2º. lote) pelo preço de 1.200,00. Ingressos antecipados podem ser adquiridos na rede SupperRissul e nos siteswww.ticmix.com.brwww.universoalegria.com.br. Os endereços dos pontos de venda dos ingressos para o Universo Alegria 2016 estão disponíveis no site do evento.

Serviço:
O quê: Universo Alegria 2016 – Maior Festival Sertanejo do Sul do Brasil. 
Onde: Parque Estadual de Exposições Assis (BR-116, Avenida Celina Chaves Kroef, Km 16, em Esteio) 
Abertura dos portões: a partir do meio-dia 
Início dos shows: às 14 horas

*Atrações:
Jorge & Mateus 
Ivete Sangalo 
Maiara & Maraísa 
Marília Mendonça 
Zé Neto & Cristiano 
Victor & Leo 
César Menotti & Fabiano 
Israel Novaes 
Lucas & Felipe 
Kleo Dibah e Rafael 
Marcos & Fernando 
*(lista de artistas não significa a ordem das apresentações. Eventualmente, poderá ocorrer troca na ordem das apresentações sem aviso prévio).

 

Como vai sua memória?

Você recorda o que comeu no café da manhã de ontem? Ou mesmo o telefone da casa dos seus pais? Pois é! Não é incomum termos a sensação de que nossa memória está cada dia pior. Pensando nisso, o médico neurologista Leandro Teles lança pela editora Alaúde seu primeiro livro –Antes que eu me esqueça. A obra explica o processo de gravação e evocação de memórias no cérebro para que possamos vigiar ativamente o funcionamento da nossa mente, criando técnicas e hábitos para melhorar o desempenho cerebral e aperfeiçoar a memória.

O livro é um verdadeiro guia com dicas práticas para aumentar a capacidade de concentração, facilitar a fixação de dados e melhorar o desempenho da memória. Aliando sua prática diária de consultório à experiência cotidiana de desmistificar os segredos da memória e do cérebro para a população o Dr. Leandro se dirige ao leitor evidentemente preocupado com o rigor médico da informação, mas sempre traduzindo em linguagem do dia a dia, de forma inteligente e com um humor sutil, a intrincada rede neural onde se formam nossos pensamentos, lembranças e habilidades.

No decorrer de toda a obra, o médico apresenta analogias, exemplos de filmes e outras comparações interessantes para explicar o funcionamento desse complexo sistema. O processo de memorização, por exemplo, é comparado a uma corrida de obstáculos, na qual cabe ao corredor aprender a ler as barreiras. Já o filme Divertidamente é utilizado para exemplificar, de forma lúdica, conceitos de neurologia do aprendizado e do comportamento.

Indicado para diversas fases da vida, o livro tem capítulos dedicados a diferentes momentos da vida. Sobre o envelhecimento, o médico detalha as características normais e as que podem indicar algum problema de saúde, como o Alzheimer. No capítulo com questões típicas da juventude, foca nos estudantes e em como eles podem utilizar a memória para ter um melhor aproveitamento da vida acadêmica e em vestibulares. Além disso, a obra apresenta capítulos mais genéricos sobre o processo de fixação da informação no cérebro, os tipos de memória e ainda sobre como situações especiais – problemas de humor, alterações de sono, estresse excessivo, entre outros – que podem afetar o processo de memorização.

Sobre o autor

Leandro Teles é neurologista graduado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), com especialização no Hospital das Clínicas (HCFMUSP). É membro da Academia Brasileira de Neurologia (ABN) e também atua como consultor em programas de TV, rádio, revistas, jornais e portais na internet com o intuito de melhorar a qualidade de vida das pessoas através da disseminação do conhecimento médico.

Dr. Leandro está frequentemente presente no Programa Mulheres (TV Gazeta) e Vida Melhor (Rede Vida) e também já participou como consultor ou entrevistado em programas como: Todo Seu (TV Gazeta), Você Bonita (TV Gazeta), Hoje em Dia (TV Record), Domingo Espetacular (TV Record) e telejornais das TVs Record e TV Bandeirantes, entre outros.

www.leandroteles.com.br

 

Concerto de Dia das Crianças

 

O tradicional Concerto de Dia das Crianças, promovido anualmente com patrocínio do Grupo Zaffari e realização da Opus Promoções e do Ministério da Cultura, terá mais uma edição no próximo dia 12 de outubro. Às 17h, o Teatro do Bourbon Country receberá a Orquestra Unisinos Anchieta e os solistas Carlos Rodriguez e Elisa Machado para uma tarde animada e divertida apresentada pelo Cachorro Abelardo, interpretado porMário de Ballenti.
O espetáculo também contará com participação especial da companhia de teatro de bonecos Caixa do Elefante, do Circo Híbrico com suas performances artísticas, e do grupo de percussão Vida com Arte. Com regência do maestro Evandro Matté, o concerto terá um repertório que contempla o universo infantil com arranjo de Silvio Sandro para trilhas de desenhos animados e de Alexandre Ostrovski para o tema principal do filme Harry Potter.
O espetáculo tem entrada franca mediante apresentação de vouchers que devem ser retirados antecipadamente na bilheteria do Teatro do Bourbon Country e nas lojas Zaffari Higienópolis e das ruas Fernandes Vieira, Marechal Floriano e Lima e Silva. No dia da apresentação, se ainda houver tickets disponíveis, também haverá distribuição uma hora antes do espetáculo, no local. Confira o serviço completo abaixo.
ORQUESTRA UNISINOS ANCHIETA
Fundada em 1996, pelo Maestro José Pedro Boéssio, a Orquestra Unisinos Anchieta realiza uma programação artística diversificada, atendendo a diferentes perfis de público, buscando a renovação de ideias, abordagens e leituras, além de promover associações inesperadas pela música de concerto, contemporânea e popular. A proposta, além da simples oferta de apresentação da orquestra, objetiva garantir o acesso não apenas à música de concerto, mas a outras linguagens vinculadas às raízes musicais brasileiras e ao repertório de importantes compositores populares. Vencedora do Prêmio Açorianos de Música em 2005, a orquestra entrega ao público o diferencial de espetáculos com inclusão de outras linguagens cênicas, tais como, teatro, dança e artes plásticas. Importantes concertistas e músicos de distintos estilos atuaram com a orquestra, entre eles Altamiro Carrilho, Emmanuele Baldini, Fred Mills, Kleiton & Kledir, Pierre Dutot, Renato Borghetti, Yang Liu, entre outros. Nos últimos anos, a Orquestra Unisinos Anchieta tem apresentado diferentes séries de concerto, com destaque para as óperas Il Campanello di Notte e Rita (Donizetti) e Bastien Bastienne (Mozart). A direção artística e regência da orquestra estão sob a responsabilidade do maestro Evandro Matté.
EVANDRO MATTÉ | REGENTE
Regente, diretor artístico e maestro da Orquestra Unisinos Anchieta; diretor artístico e maestro da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e diretor artístico do Festival Internacional SESC de Música, que acontece em Pelotas. Realizou sua formação musical na UFRGS, na University of Georgia (EUA) e no Conservatoire de Bordeaux (FRA). Trompetista da Ospa desde 1990, é também coordenador cultural da Unisinos.  Esteve à frente de orquestras do Uruguai, EUA, Argentina, França, China, República Checa e Alemanha. É coordenador do Show Musical Anchieta e do projeto social Vida com Arte, que atende 250 crianças, proporcionando inclusão social através da música. É pós-graduado em Gestão Empresarial.
CAIXA DO ELEFANTE – TEATRO DE BONECOS
A companhia porto-alegrense A Caixa do Elefante – Teatro de Bonecos, fundada em 1991, é, hoje, uma das companhias de teatro de bonecos mais atuantes e de maior destaque no panorama artístico nacional. Suas premiadas montagens, direcionadas tanto para o público infantil quanto para o adulto, já percorreram diversos países da Europa, América do Norte e América do Sul, representando e valorizando, em cada um deles, a essência de nossa autêntica cultura. A Caixa do Elefante, ao longo de sua existência, tem acumulado uma vasta experiência na construção de diversos bonecos, cenografias e adereços cênicos, tanto para seus espetáculos como para outras companhias de teatro e programas televisivos, além de colaborar, por meio de workshops e oficinas, com a formação de público e profissionais de teatro.
Ficha técnica
Marcos Nickolaiewsk – Manipulador/ Técnico de radio
Patricia Ragazon – Manipulador de rádio
Mario de Ballentti –  Manipulador de rádio
Paulo Adriane –  Interprete da Porca Esmeralda e do Pato Antenor
Carlos Rodriguez – Barítono – Pato Antenor
Elisa Machado – Soprano – Porca Esmeralda
Núcleo de animatrônicos da Caixa do Elefante
Os bonecos animatrônicos foram criados pela Caixa do Elefante originalmente para o espetáculo Arca de Noel do Natal Luz de Gramado. Sua tecnologia foi desenvolvida pela empresa gaúcha Inventiva, que também assinou a construção dos bonecos da TV Colosso, programa televisivo da Rede Globo. Os animatrônicos são máscaras com mecanismos eletrônicos controlados a distância por sistema de rádio, para isto necessita três artistas para dar vida aos personagens: o ator que anima o corpo do boneco, o cantor que empresta a voz e o manipulador de rádio que emite os comandos para os motores (servos) da máscara. Os mecanismos possibilitam aos personagens mudarem de expressão facial articulando a boca, pálpebras e sobrancelhas.

Marcos Nicolaiewsky

Desde 2006 vem trilhando um caminho de estudo e experimentação nas artes cênicas através do estudo da arte do palhaço e do teatro de animação no Rio de Janeiro. A partir de 2014, colabora com a Companhia Caixa do Elefante – Teatro de Bonecos como manipulador, cenotécnico, contra-regra, operador de luz e som, aderecista, assistente de produção e oficineiro em diversos espetáculos e eventos.

Patrícia Ragazzon

Graduada em Artes Cênicas pela UFRGS com Habilitação em Interpretação Teatral em 1998. Aprimorou-se através de Workshops de Atuação, Expressão Corporal e Técnica Vocal com Thomas Leabhart, Maria Lúcia Raimundo, Ana Wuo, Maria Helena Lopes, Ariela Goldman, Helena Varvaki, além de seminários e cursos de extensão. Desde 2007, atua, dirige e produz espetáculos no Ato Espelhado Companhia Teatral juntamente com Cícero Neves. Seus mais recentes trabalhos são A Fábula Inexistente, Avenida Cores por Todo Lugar, Do Outro Lado do Buraco, O Quebra Nozes e a performances A.S.P.I.R.E. Foi contemplada com o Prêmio Tibicuera de Melhor Atriz em 2011 por seu desempenho em Avenida Cores por Todo Lugar.

Mário de Ballentti | Intérprete do Cachorro Abelardo

Ator, diretor, cenógrafo e figurinista, graduado em Artes Visuais pela ULBRA, fundador da Caixa do Elefante, cursou Oficina de direção com Margareta Nicolescu do Institut de la Marionnette (França). “Cenografia, Espaço e Imagem”, com Álvaro Apocalipse do Grupo Giramundo (MG). École Philippe Gaulier, Londres (Inglaterra). Atuou em festivais na Europa, América do Norte e América Latina. Atuou na equipe de manipuladores da TV Colosso – Rede Globo.  Atualmente atua no SESI BONECOS DO BRASIL/MUNDO, apresentando-se em todas as capitais do país e dirige o espetáculo “Cuco – A linguagem dos bebês no teatro”.

Paulo Adriane

Paulo Adriane é ator, diretor e produtor há 21 anos. Participou de mais de 15 espetáculos, sendo indicado a melhor ator em vários festivais e ao prêmio Tibicuera de teatro infantil por duas vezes, sendo agraciado como melhor ator coadjuvante por Piratas, em 2011. Interpreta Jesus no espetáculo Paixão de Cristo de Gravataí há 16 anos, sendo também o diretor geral do projeto. Em televisão atuou em três programas infantis da TV Globo: TV Colosso, onde interpreta até hoje a cachorra Priscila, Bambuluá e TV Xuxa. Em 2006 fez participações nos seguintes programas da mesma emissora: A Diarista, Belíssima e Sítio do Pica-Pau Amarelo. Em 2008 participou do histórias-curtas da RBS TV O Pequeno Cavaleiro, sendo indicado ao prêmio de melhor ator coadjuvante. Em 2006 integrou com destaque a comissão de frente da Escola de Samba Viradouro com direção de Ulysses Cruz e Déborah Colker. Em 2015 fez participação em seu primeiro longa metragem, Ponto Zero, de Zé Pedro Goulart.

CARLOS RODRIGUEZ | SOLISTA

Radicado na Europa de 1997 a 2003, formou-se em Performance em Ópera e Música de Câmara no Conservatório Superior de Música de Maastricht, na Holanda, e Stage Training for Opera Singers no Jeker Opera Studio, Holanda. Em 2003, foi vencedor do famoso Concurso Internacional de Canto Bidú Sayão. Desde 1990, canta em diversas óperas e concertos, tanto no Brasil como na Europa.

ELISA MACHADO | SOLISTA

A soprano Elisa Machado é graduada pela UFRGS. Foi integrante do Coro Sinfônico da OSPA (iniciando  seus estudos de canto com o Professor Decápolis de Andrade). Concluiu os cursos básico de trompete e avançado de canto no Conservatório Pablo Komlós (OSPA). Teve como orientadores também Laura de Souza, Carlos Rodriguez e, mais recentemente, Juremir Vieira, além de participar de oficinas e cursos como complemento e aperfeiçoamento. Tem atuado na preparação de coros (Universitário da Ulbra, Allegro e Unisinos) , paralelamente à carreira de cantora.  Entre o repertório executado com orquestra nos últimos anos estão as óperas Bastien und Bastienne e A Flauta Mágica, o moteto Exsultate, Jubilate, a Missa da Coroação, o Réquiem e a Missa em Dó menor de W. A. Mozart; Missa em Sol Maior de Franz P. Schubert; Fantasia Coral, Missa em Dó Maior, Missa Solene e 9ª Sinfonia de L. van Beethoven; A Midsummer Night's Dream de F. Mendelssohn; Bachianas nº 5 de Heitor Villa-Lobos e Oratório de Natal de Camille Saint-Saëns, entre outros. Em 2014, recebeu o 1º Prêmio no 12º Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas e foi aprovada em concurso realizado pela OSPA (para trabalhar junto ao Coro Sinfônico).

CIRCO HÍBRIDO

O Circo Híbrido surgiu em 2004 e trabalha com a criação e apresentação de números, espetáculos e performances circenses artísticas, bem como com oficinas circenses. O grupo é formado por Tainá Borges, Luís Cocolichio e Lara Rocho, mantendo intercâmbio e parceria com outros grupos e artistas nas suas pesquisas e apresentações. Sempre buscam aprimorar sua arte, realizando cursos de formação, participando anualmente das Convenções Brasileiras de Malabarismo e Circo, e se apresentando na capital e no interior do Rio Grande do Sul.  Tem como sede desde 2007 o Espaço Circo Híbrido, espaço cultural e artístico localizado no bairro Cidade Baixa, onde acontecem oficinas, pesquisas, ensaios, entre outras ações artísticas. O grupo também conta com a loja de venda de equipamentos de malabarismo e circo Luís Malabares. Inspira-se no circo contemporâneo, buscando referências no teatro, na dança, na música, juntamente com a arte circense, criando assim novas composições cênicas. Em suas intervenções, utiliza técnicas circenses como equilíbrios, manipulações, monociclo, malabares, luz, fogo, perna de pau, acrobacia aérea, dança, teatro e música. Desde o ano da sua criação, o grupo realiza a criação, produção e direção do evento de variedades Cabaré Valentin – Teatro Bar Espetáculo. O grupo realizou 15 edições do evento, que teve nos seus palcos aproximadamente 180 grupos e/ou artistas convidados, e nas últimas edições realizadas contou com público em média de 600 pessoas em cada espetáculo. Além deste evento espetáculo, o Circo Híbrido cria números e performances circenses, comoFlores, e Experimentos; e os espetáculos Varietté, Ora Bolas! e Etc..., que foram apresentados em praças, feiras, escolas e eventos, para os mais variados públicos. No ano de 2010, o grupo participou da organização e produção da 12ª Convenção Brasileira de Malabarismo e Circo, que aconteceu em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, que contou com o Prêmio Funarte Festivais de Artes Cênicas 2010. Em 2012, o grupo realizou uma temporada no Sesc Pinheiros, em São Paulo, com três espetáculos do seu repertório. Também ganhou o FAC RS e o Prêmio Funarte/Petrobrás Carequinha de Estímulo ao Circo para circulação pelo interior do Rio Grande do Sul com dois de seus espetáculos, Ora Bolas! e Etc.. .

GRUPO DE PERCUSSÃO VIDA COM ARTE

Formado pelo professor Douglas Gutjahr e os músicos Ana Rafaella da Silva Trentin, Claiton Y Castro da Silva, Dionata da Silva Corrêa, Eduardo da Rosa Conceição, Emerson dos Santos Machado, Fernanda Thalia da Silva, Filipi de Jesus Pelizali, Gabriela Oliveira Iaronka, Guilherme Tauã de Lima Vieira, Isabela Machado Arend, João Gabriel da Silva, Maria Eduarda Botazzoli, Rafael Correia Francisco, Samuel Filipe da Silva, Willy Pierre da Silva Brodt e Yuri Silva Conceição.

-

SERVIÇO

CONCERTO DE DIA DAS CRIANÇAS

Dia 12 de outubro

Quarta-feira, às 17h

Teatro do Bourbon Country (Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country)

www.teatrodobourboncountry.com.br

ENTRADA FRANCA MEDIANTE RETIRADA ANTECIPADA DE VOUCHERS

Pontos de retirada de ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country: (de segunda a sábado, das 14h às 22h, e domingos e feriados, das 14h às 20h)

Zaffari da Rua Fernandes Vieira (de segunda a sábado, das 8h às 22h)

Zaffari da Rua Marechal Floriano (de segunda à sábado, das 8h às 22h)

Zaffari Higienópolis (de segunda à sábado, das 7h30 às 24h)

Zaffari da Rua Lima e Silva (de segunda a sábado, das 8h às 23h)

Máximo 2 vouchers por pessoa.

Vouchers limitados conforme lotação da casa.

 

O tradicional Concerto de Dia das Crianças, promovido anualmente com patrocínio do Grupo Zaffari e realização da Opus Promoções e do Ministério da Cultura, terá mais uma edição no próximo dia 12 de outubro. Às 17h, o Teatro do Bourbon Country receberá a Orquestra Unisinos Anchieta e os solistas Carlos Rodriguez e Elisa Machado para uma tarde animada e divertida apresentada pelo Cachorro Abelardo, interpretado porMário de Ballenti.

O espetáculo também contará com participação especial da companhia de teatro de bonecos Caixa do Elefante, do Circo Híbrico com suas performances artísticas, e do grupo de percussão Vida com Arte. Com regência do maestro Evandro Matté, o concerto terá um repertório que contempla o universo infantil com arranjo de Silvio Sandro para trilhas de desenhos animados e de Alexandre Ostrovski para o tema principal do filme Harry Potter.

O espetáculo tem entrada franca mediante apresentação de vouchers que devem ser retirados antecipadamente na bilheteria do Teatro do Bourbon Country e nas lojas Zaffari Higienópolis e das ruas Fernandes Vieira, Marechal Floriano e Lima e Silva. No dia da apresentação, se ainda houver tickets disponíveis, também haverá distribuição uma hora antes do espetáculo, no local. Confira o serviço completo abaixo.

ORQUESTRA UNISINOS ANCHIETA

Fundada em 1996, pelo Maestro José Pedro Boéssio, a Orquestra Unisinos Anchieta realiza uma programação artística diversificada, atendendo a diferentes perfis de público, buscando a renovação de ideias, abordagens e leituras, além de promover associações inesperadas pela música de concerto, contemporânea e popular. A proposta, além da simples oferta de apresentação da orquestra, objetiva garantir o acesso não apenas à música de concerto, mas a outras linguagens vinculadas às raízes musicais brasileiras e ao repertório de importantes compositores populares. Vencedora do Prêmio Açorianos de Música em 2005, a orquestra entrega ao público o diferencial de espetáculos com inclusão de outras linguagens cênicas, tais como, teatro, dança e artes plásticas. Importantes concertistas e músicos de distintos estilos atuaram com a orquestra, entre eles Altamiro Carrilho, Emmanuele Baldini, Fred Mills, Kleiton & Kledir, Pierre Dutot, Renato Borghetti, Yang Liu, entre outros. Nos últimos anos, a Orquestra Unisinos Anchieta tem apresentado diferentes séries de concerto, com destaque para as óperas Il Campanello di Notte e Rita (Donizetti) e Bastien Bastienne (Mozart). A direção artística e regência da orquestra estão sob a responsabilidade do maestro Evandro Matté.

EVANDRO MATTÉ | REGENTE

Regente, diretor artístico e maestro da Orquestra Unisinos Anchieta; diretor artístico e maestro da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre e diretor artístico do Festival Internacional SESC de Música, que acontece em Pelotas. Realizou sua formação musical na UFRGS, na University of Georgia (EUA) e no Conservatoire de Bordeaux (FRA). Trompetista da Ospa desde 1990, é também coordenador cultural da Unisinos.  Esteve à frente de orquestras do Uruguai, EUA, Argentina, França, China, República Checa e Alemanha. É coordenador do Show Musical Anchieta e do projeto social Vida com Arte, que atende 250 crianças, proporcionando inclusão social através da música. É pós-graduado em Gestão Empresarial.

CAIXA DO ELEFANTE – TEATRO DE BONECOS

A companhia porto-alegrense A Caixa do Elefante – Teatro de Bonecos, fundada em 1991, é, hoje, uma das companhias de teatro de bonecos mais atuantes e de maior destaque no panorama artístico nacional. Suas premiadas montagens, direcionadas tanto para o público infantil quanto para o adulto, já percorreram diversos países da Europa, América do Norte e América do Sul, representando e valorizando, em cada um deles, a essência de nossa autêntica cultura. A Caixa do Elefante, ao longo de sua existência, tem acumulado uma vasta experiência na construção de diversos bonecos, cenografias e adereços cênicos, tanto para seus espetáculos como para outras companhias de teatro e programas televisivos, além de colaborar, por meio de workshops e oficinas, com a formação de público e profissionais de teatro.

Ficha técnica

Marcos Nickolaiewsk – Manipulador/ Técnico de radio

Patricia Ragazon – Manipulador de rádio

Mario de Ballentti –  Manipulador de rádio

Paulo Adriane –  Interprete da Porca Esmeralda e do Pato Antenor

Carlos Rodriguez – Barítono – Pato Antenor

Elisa Machado – Soprano – Porca Esmeralda

Núcleo de animatrônicos da Caixa do Elefante

Os bonecos animatrônicos foram criados pela Caixa do Elefante originalmente para o espetáculo Arca de Noel do Natal Luz de Gramado. Sua tecnologia foi desenvolvida pela empresa gaúcha Inventiva, que também assinou a construção dos bonecos da TV Colosso, programa televisivo da Rede Globo. Os animatrônicos são máscaras com mecanismos eletrônicos controlados a distância por sistema de rádio, para isto necessita três artistas para dar vida aos personagens: o ator que anima o corpo do boneco, o cantor que empresta a voz e o manipulador de rádio que emite os comandos para os motores (servos) da máscara. Os mecanismos possibilitam aos personagens mudarem de expressão facial articulando a boca, pálpebras e sobrancelhas.

Marcos Nicolaiewsky

Desde 2006 vem trilhando um caminho de estudo e experimentação nas artes cênicas através do estudo da arte do palhaço e do teatro de animação no Rio de Janeiro. A partir de 2014, colabora com a Companhia Caixa do Elefante – Teatro de Bonecos como manipulador, cenotécnico, contra-regra, operador de luz e som, aderecista, assistente de produção e oficineiro em diversos espetáculos e eventos.

Patrícia Ragazzon

Graduada em Artes Cênicas pela UFRGS com Habilitação em Interpretação Teatral em 1998. Aprimorou-se através de Workshops de Atuação, Expressão Corporal e Técnica Vocal com Thomas Leabhart, Maria Lúcia Raimundo, Ana Wuo, Maria Helena Lopes, Ariela Goldman, Helena Varvaki, além de seminários e cursos de extensão. Desde 2007, atua, dirige e produz espetáculos no Ato Espelhado Companhia Teatral juntamente com Cícero Neves. Seus mais recentes trabalhos são A Fábula Inexistente, Avenida Cores por Todo Lugar, Do Outro Lado do Buraco, O Quebra Nozes e a performances A.S.P.I.R.E. Foi contemplada com o Prêmio Tibicuera de Melhor Atriz em 2011 por seu desempenho em Avenida Cores por Todo Lugar.

Mário de Ballentti | Intérprete do Cachorro Abelardo

Ator, diretor, cenógrafo e figurinista, graduado em Artes Visuais pela ULBRA, fundador da Caixa do Elefante, cursou Oficina de direção com Margareta Nicolescu do Institut de la Marionnette (França). “Cenografia, Espaço e Imagem”, com Álvaro Apocalipse do Grupo Giramundo (MG). École Philippe Gaulier, Londres (Inglaterra). Atuou em festivais na Europa, América do Norte e América Latina. Atuou na equipe de manipuladores da TV Colosso – Rede Globo.  Atualmente atua no SESI BONECOS DO BRASIL/MUNDO, apresentando-se em todas as capitais do país e dirige o espetáculo “Cuco – A linguagem dos bebês no teatro”.

Paulo Adriane

Paulo Adriane é ator, diretor e produtor há 21 anos. Participou de mais de 15 espetáculos, sendo indicado a melhor ator em vários festivais e ao prêmio Tibicuera de teatro infantil por duas vezes, sendo agraciado como melhor ator coadjuvante por Piratas, em 2011. Interpreta Jesus no espetáculo Paixão de Cristo de Gravataí há 16 anos, sendo também o diretor geral do projeto. Em televisão atuou em três programas infantis da TV Globo: TV Colosso, onde interpreta até hoje a cachorra Priscila, Bambuluá e TV Xuxa. Em 2006 fez participações nos seguintes programas da mesma emissora: A Diarista, Belíssima e Sítio do Pica-Pau Amarelo. Em 2008 participou do histórias-curtas da RBS TV O Pequeno Cavaleiro, sendo indicado ao prêmio de melhor ator coadjuvante. Em 2006 integrou com destaque a comissão de frente da Escola de Samba Viradouro com direção de Ulysses Cruz e Déborah Colker. Em 2015 fez participação em seu primeiro longa metragem, Ponto Zero, de Zé Pedro Goulart.

CARLOS RODRIGUEZ | SOLISTA

Radicado na Europa de 1997 a 2003, formou-se em Performance em Ópera e Música de Câmara no Conservatório Superior de Música de Maastricht, na Holanda, e Stage Training for Opera Singers no Jeker Opera Studio, Holanda. Em 2003, foi vencedor do famoso Concurso Internacional de Canto Bidú Sayão. Desde 1990, canta em diversas óperas e concertos, tanto no Brasil como na Europa.

ELISA MACHADO | SOLISTA

A soprano Elisa Machado é graduada pela UFRGS. Foi integrante do Coro Sinfônico da OSPA (iniciando  seus estudos de canto com o Professor Decápolis de Andrade). Concluiu os cursos básico de trompete e avançado de canto no Conservatório Pablo Komlós (OSPA). Teve como orientadores também Laura de Souza, Carlos Rodriguez e, mais recentemente, Juremir Vieira, além de participar de oficinas e cursos como complemento e aperfeiçoamento. Tem atuado na preparação de coros (Universitário da Ulbra, Allegro e Unisinos) , paralelamente à carreira de cantora.  Entre o repertório executado com orquestra nos últimos anos estão as óperas Bastien und Bastienne e A Flauta Mágica, o moteto Exsultate, Jubilate, a Missa da Coroação, o Réquiem e a Missa em Dó menor de W. A. Mozart; Missa em Sol Maior de Franz P. Schubert; Fantasia Coral, Missa em Dó Maior, Missa Solene e 9ª Sinfonia de L. van Beethoven; A Midsummer Night's Dream de F. Mendelssohn; Bachianas nº 5 de Heitor Villa-Lobos e Oratório de Natal de Camille Saint-Saëns, entre outros. Em 2014, recebeu o 1º Prêmio no 12º Concurso Brasileiro de Canto Maria Callas e foi aprovada em concurso realizado pela OSPA (para trabalhar junto ao Coro Sinfônico).

CIRCO HÍBRIDO

O Circo Híbrido surgiu em 2004 e trabalha com a criação e apresentação de números, espetáculos e performances circenses artísticas, bem como com oficinas circenses. O grupo é formado por Tainá Borges, Luís Cocolichio e Lara Rocho, mantendo intercâmbio e parceria com outros grupos e artistas nas suas pesquisas e apresentações. Sempre buscam aprimorar sua arte, realizando cursos de formação, participando anualmente das Convenções Brasileiras de Malabarismo e Circo, e se apresentando na capital e no interior do Rio Grande do Sul.  Tem como sede desde 2007 o Espaço Circo Híbrido, espaço cultural e artístico localizado no bairro Cidade Baixa, onde acontecem oficinas, pesquisas, ensaios, entre outras ações artísticas. O grupo também conta com a loja de venda de equipamentos de malabarismo e circo Luís Malabares. Inspira-se no circo contemporâneo, buscando referências no teatro, na dança, na música, juntamente com a arte circense, criando assim novas composições cênicas. Em suas intervenções, utiliza técnicas circenses como equilíbrios, manipulações, monociclo, malabares, luz, fogo, perna de pau, acrobacia aérea, dança, teatro e música. Desde o ano da sua criação, o grupo realiza a criação, produção e direção do evento de variedades Cabaré Valentin – Teatro Bar Espetáculo. O grupo realizou 15 edições do evento, que teve nos seus palcos aproximadamente 180 grupos e/ou artistas convidados, e nas últimas edições realizadas contou com público em média de 600 pessoas em cada espetáculo. Além deste evento espetáculo, o Circo Híbrido cria números e performances circenses, comoFlores, e Experimentos; e os espetáculos Varietté, Ora Bolas! e Etc..., que foram apresentados em praças, feiras, escolas e eventos, para os mais variados públicos. No ano de 2010, o grupo participou da organização e produção da 12ª Convenção Brasileira de Malabarismo e Circo, que aconteceu em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, que contou com o Prêmio Funarte Festivais de Artes Cênicas 2010. Em 2012, o grupo realizou uma temporada no Sesc Pinheiros, em São Paulo, com três espetáculos do seu repertório. Também ganhou o FAC RS e o Prêmio Funarte/Petrobrás Carequinha de Estímulo ao Circo para circulação pelo interior do Rio Grande do Sul com dois de seus espetáculos, Ora Bolas! e Etc.. .

GRUPO DE PERCUSSÃO VIDA COM ARTE

Formado pelo professor Douglas Gutjahr e os músicos Ana Rafaella da Silva Trentin, Claiton Y Castro da Silva, Dionata da Silva Corrêa, Eduardo da Rosa Conceição, Emerson dos Santos Machado, Fernanda Thalia da Silva, Filipi de Jesus Pelizali, Gabriela Oliveira Iaronka, Guilherme Tauã de Lima Vieira, Isabela Machado Arend, João Gabriel da Silva, Maria Eduarda Botazzoli, Rafael Correia Francisco, Samuel Filipe da Silva, Willy Pierre da Silva Brodt e Yuri Silva Conceição.


SERVIÇO

CONCERTO DE DIA DAS CRIANÇAS

Dia 12 de outubro

Quarta-feira, às 17h

Teatro do Bourbon Country (Av. Túlio de Rose, 80 / 2º andar – Shopping Bourbon Country)

www.teatrodobourboncountry.com.br


ENTRADA FRANCA MEDIANTE RETIRADA ANTECIPADA DE VOUCHERS

Pontos de retirada de ingressos:

Bilheteria do Teatro do Bourbon Country: (de segunda a sábado, das 14h às 22h, e domingos e feriados, das 14h às 20h)

Zaffari da Rua Fernandes Vieira (de segunda a sábado, das 8h às 22h)

Zaffari da Rua Marechal Floriano (de segunda à sábado, das 8h às 22h)

Zaffari Higienópolis (de segunda à sábado, das 7h30 às 24h)

Zaffari da Rua Lima e Silva (de segunda a sábado, das 8h às 23h)

Máximo 2 vouchers por pessoa.

Vouchers limitados conforme lotação da casa.

Última atualização ( Qui, 06 de Outubro de 2016 16:55 )
 

Canoas: teatro, música e cinema estão na programação do Arte Sesc para os próximos dia

O Sesc Canoas apresenta uma programação cultural diversificada a partir da próxima quarta-feira, 12 de outubro. Espetáculos de teatro, música e sessão de cinema estão na agenda promovida pelo Arte Sesc – Cultura por toda parte. Mais informações podem ser obtidas junto à Unidade (Av. Guilherme Schell, 5340), telefone (51) 3464-6909.

Entre as atrações está o espetáculo teatral “O Gato de Botas: quem disse que só o cão é o melhor amigo do homem?”, que acontece dia 12 de outubro, às 15h. No dia 14, às 20h, ocorre o musical “Conéxion”, com Pedro Longes. Para o dia 13, às 10h e às 14h30, está marcada sessão de cinema do filme “As Férias do Pequeno Nicolau”. No dia 15, às 15h, será exibido o filme “Contos da Noite”. A agenda da semana encerra com o musical “Ilumiara”, marcado para 16 de outubro, às 20h. Confira abaixo a programação completa.

Programação do Arte Sesc em Canoas – 12 a 16/10

Confraria da Leitura da Casa do Poeta
Data: 11/10/2016
Horário: 16h
Tema: Tema Literatura infantil, como atrair leitores.
Escritor convidado: escritora de livros infantil Nelcy Urnau
Local: Biblioteca Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340
Entrada franca

Espetáculo “O Gato de Botas: quem disse que só o cão é o melhor amigo do homem?”, da Cia De Teatro Menino Tambor
Quando: 12/10/2016
Horário: 15h
Local: Teatro Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340
Sinopse: Espetáculo Músical de Teatro Infantil, onde uma gataria vem até o público para reivindicar o título de “melhor amigo do homem”, atribuído até então para os cães. Com este intuito se reúnem para contar a história de um gato, que ao calçar um par de botas muda a sorte e o destino de seu amo, um rapaz pobre e sozinho. Através de sua inteligência, cooperação e arte, o gato conquista a confiança e admiração do rei, vence o terrível feiticeiro e devolve ao seu dono o castelo, antes furtado de seu avô pelo gigante malvado. Em meio a canções executadas ao vivo por músicos e pelos atores/cantores em belas coreografias, os gatos conseguem provar que também podem Ser Chamados De Melhores Amigos Do Homem.
Tempo Duração: 60 min
Faixa etária: Livre
Ingressos: à venda no local por R$ 10 para comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac, R$ 15 para empresários e dependentes com Cartão Sesc/Senac e R$ 22 para o público em geral. Crianças até 12 anos não pagam. Estudantes, professores, classe artística e idosos, mediante comprovação, pagam meia entrada no valor de R$ 11.

Mediação de histórias
13/10/2016 – 14h
Local: Biblioteca Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340
Entrada franca, mediante agendamento.

“As Férias do Pequeno Nicolau” – França (2014) – Infantil – Laurent Tirard
Data: 13/10/2016 (quinta)
Horário: 10h e 14h30
Local: Teatro Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340
Sinopse: Termina o ano letivo. Nicolau (Mathéo Boisselier), seus pais e a avó viajam para o litoral com o objetivo de aproveitar ao máximo o verão. Na praia o menino faz novos amigos e conhece uma garota, Isabelle (Erja Malatier), que ele acredita ser sua futura esposa.
Duração: 97 minutos
Faixa etária: Livre
Entrada franca. Agendamentos de escolas pelo telefone (51) 3456-2013.

Espetáculo musical “Conexión”, com Pedro Longes
Quando: 14/10/216
Horário: 20h
Local: Teatro Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340
Sinopse: Pedro Longes traz de volta ao Teatro do SESC Canoas no dia 14 de outubro o show Conexión, que percorreu Uruguai, Argentina e Chile neste 2016. Em um show intimista, Pedro Longes apresentará as canções do seu álbum de estreia Conexión lançado em 2015, onde abre um diálogo entre a MPB, a música latina e a mundial, fundindo ritmos, harmonias, referências, regionalismos e poesias, na busca de uma música contemporânea, cujo ponto de partida é o sul do Brasil. O repertório do show inclui também algumas surpresas, com versões de clássicos brasileiros e latino-americanos.
Tempo Duração: 60min
Faixa etária: Livre
Ingressos: à venda no local por R$12,50 para comerciários e dependentes com Cartão Sesc/Senac e R$ 25 para o público em geral. Crianças até 12 anos não pagam. Estudantes, professores, classe artística e idosos, mediante comprovação, pagam meia entrada no valor de R$ 12,50.

“Contos da Noite” - França (2011) Infantil/Animação - Michel Ocelot
Data: 15/10/2016
Horário: 15h
Local: Teatro Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340
Sinopse: Todas as noites, um garota, um garoto e um senhor idoso se encontram em um pequeno cinema, que aparenta estar abandonado. Lá dentro, os três criam histórias, escrevem, desenham, vestem fantasias... Eles criam diversas histórias mágicas passadas em uma noite onde tudo é possível.
Duração: 84 minutos
Faixa etária: 10 anos
Entrada franca

Espetáculo musical Ilumiara (MG) – Sonora Brasil
Quando: 16/10/2016
Horário: 20h
Local: Teatro Sesc Canoas – Av. Guilherme Schell, 5340
Sinopse: O Ilumiara é formado por cinco músicos da cidade de Belo Horizonte que também atuam como pesquisadores, sendo o único dos quatro grupos que não está relacionado a uma prática da tradição. Além das músicas apresentadas, o grupo traz em seu espetáculo a contextualização histórico-social dos cantos de trabalho no Brasil.Sua apresentação levará ao público um repertório de cantos de trabalho recolhidos da tradição, diretamente em suas fontes, ou a partir de registros de pesquisadores pioneiros como Mário de Andrade, Oswaldo de Souza e Ayres da Mata Machado.
O grupo interpreta vissungos, cantigas de ninar, canto de lavadeiras, entre outros, em arranjos elaborados a partir de uma visão estética contemporânea. O Ilumiara é formado por Alexandre Gloor, Carlinhos Ferreira, Leandro César, Letícia Bertelli e Marcela Bertelli.
Tempo Duração: 60min
Faixa etária: Livre
Entrada franca. Retirada de ingressos 1h antes do espetáculo no Sesc Canoas.

“I Bienal Chico Lisboa – Itinerância 2016”
A I Bienal C foi realizada pela Associação Riograndense de Artes Plásticas Francisco Lisboa (Chico Lisboa) em nove espaços expositivos de Porto Alegre de setembro a dezembro de 2015. Obras de 200 artistas compuseram a Bienal dando uma amostragem da produção dos artistas visuais gaúchos em uma diversidade de temas e linguagens.
Período visitação: até 16/10/2016
Local: Casa das Artes Villla Mimosa – Av. Guilherme Schell, 6270
Atendimento ao público e visitação: de terça a sexta, das 09h às 18h. Sábados e domingos, das 14h às 19h.
O agendamento pode ser feito pelo telefone (51) 3428-5789

Última atualização ( Qui, 06 de Outubro de 2016 16:28 )
 

Casa de Cultura Mário Quintana abre chamada pública de ocupação

Abrir os espaços da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) para toda a classe artística do Estado é a proposta do Ocupa Mario 2017. Grupos, coletivos e artistas independentes devem inscrever seus projetos, sejam eles ensaios ou apresentações, para contar com os teatros, auditório, salas e demais espaços da Casa. As inscrições acontecem de 01 a 31 de outubro de 2016, através do e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , para onde devem ser enviadas a ficha de inscrição e demais anexos que expliquem as propostas.

O Regulamento e informações sobre a documentação necessária estão disponíveis no site da CCMQ (www.ccmq.com.br) ou pode ser solicitado pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. , além de mais esclarecimentos no telefone (51) 3224-2537. Após o envio, esses documentos são avaliados por um conselho artístico que divulgará os selecionados a partir do dia 1 de dezembro.

Anteriormente, o processo de ocupação dos espaços da Casa de Cultura Mario Quintana se dava através de agendamento, o que, nem sempre contemplava todo o Estado, ou mesmo, dependia de uma análise dos objetivos específicos das propostas.

Em 2015 foram realizadas três (3) Chamadas Públicas: Fevereiro, Maio e uma Extra em Setembro, a cada Chamada foram sendo aperfeiçoados os mecanismos de escolha e regulamento, sempre escutando sugestões, a fim de, chegar a um chamamento cada vez mais democrático e transparente.

Agora, com a Camada Pública 2017, os artistas concorrem mais democraticamente, já que todos passarão por avaliação multidisciplinar não importando quais foram os primeiros que solicitaram a ocupação da casa.

De acordo com o diretor da CCMQ, Émerson Martínez Fortes, a ideia é resgatar o real objetivo da instituição, que é de troca de experiências e apropriação dos seus espaços por todos os artistas riograndenses. “Destaco a importância deste processo seletivo que faz com que todos os artistas concorram em grau de igualdade. Este é um reencontro do real objetivo de pluralizar, de sediar diferentes movimentos e produções culturais existentes no Estado. Aqui, artistas de diferentes regiões gaúchas devem se sentir representados, acolhidos e bem vindos”, explica.

COMO SERÃO AVALIADOS OS PROJETOS?

O Conselho Consultivo Artístico leva em conta critérios de seleção como concepção geral do projeto, relevância conceitual e temática, currículo dos integrantes, inovação, originalidade e ineditismo da proposta, quantidade de apresentações e adequação aos espaços do centro cultural. O Conselho Consultivo Artístico será composto por um representante de cada Colegiado Setorial do Estado, são eles: Artesanato, Audiovisual, Culturas Populares, Livro, Memória e Patrimônio, Museus, Música, Teatro, Circo e Dança.

Não será permitida participação de funcionários da CCMQ, membros do Conselho Consultivo Artística e parentes até 1º grau (ascendente, descendente, colateral - direto = pais, irmãos e filhos). Ainda, 20% das vagas serão destinadas para projetos que envolvam grupos de deficientes, idosos, situação de vulnerabilidade social e LGBT.

CRONOGRAMA

Divulgação da Chamada: 15/09 à 30/09/2016

Período de Recebimento das Propostas: 01 à 31/10/2016

Triagem das Propostas: 01/11 e 03/11/2016

Análise e Seleção das Propostas: 04/11 à 30/11/2016

Divulgação dos Selecionados: 01/12/2016

Agendamento das Propostas Selecionadas: 02/12 à 23/12/2016

Ocupação: A partir de 03/01/2017

SOBRE A CASA:

Casa de Cultura Mario Quintana é uma instituição ligada à Secretaria de Estado da Cultura/Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

A história da Casa de Cultura Mario Quintana tem início em julho de 1980, com a compra do antigo prédio do Hotel Majestic, pelo Banrisul. Em 29 de dezembro de 1982, o governo do Estado adquiriu o Majestic do Banrisul e, um ano mais tarde, o prédio foi arrolado como patrimônio histórico, tendo início, a partir de então, sua transformação em Casa de Cultura. Por meio da Lei estadual nº 7.803 de 8 de julho de 1983, recebeu a denominação de Mario Quintana, passando a fazer parte da então Subsecretaria de Cultura do Estado

Os espaços da Casa de Cultura Mario Quintana estão voltados para o cinema, a música, as artes visuais, a dança, o teatro, a literatura, a realização de oficinas e eventos ligados à cultura. Eles homenageiam grandes nomes da cultura do Estado do Rio Grande do Sul.

Última atualização ( Ter, 04 de Outubro de 2016 17:19 )
 
Página 5 de 136

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital