Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Plantão

Plantão

Especial de Halloween no Now

Os fãs de filmes de terror podem comemorar. O NOW, serviço de vídeo sob demanda da NET e Claro HDTV preparou um especial de Halloween, com mais de 50 títulos de arrepiar. A seleção conta com O Exorcista, Invocação do Mal e Invocação do Mal 2, Ouija – A Ressureição, O Exorcismo de Emily Rose, A Bruxa, Frankenstein e Boneco do Mal.
Para os menos corajosos, o especial traz Os Caça-Fantasmas e Os Caça-Fantasmas II. Todos os filmes estão disponíveis para aluguel em Cinema > Especial Halloween, até o dia 31 de outubro.
Os NETs acessam o NOW pelo canal 1 da NET HDTV. Clientes NET e Claro HDTV também podem curtir em qualquer lugar, no site www.nowonline.com.br ou aplicativo para tablets e smartphones.

Os fãs de filmes de terror podem comemorar. O NOW, serviço de vídeo sob demanda da NET e Claro HDTV preparou um especial de Halloween, com mais de 50 títulos de arrepiar. A seleção conta com O Exorcista, Invocação do Mal e Invocação do Mal 2, Ouija – A Ressureição, O Exorcismo de Emily Rose, A Bruxa, Frankenstein e Boneco do Mal.

Para os menos corajosos, o especial traz Os Caça-Fantasmas e Os Caça-Fantasmas II. Todos os filmes estão disponíveis para aluguel em Cinema > Especial Halloween, até o dia 31 de outubro.

Os NETs acessam o NOW pelo canal 1 da NET HDTV. Clientes NET e Claro HDTV também podem curtir em qualquer lugar, no site www.nowonline.com.br ou aplicativo para tablets e smartphones.

 

Projeto leva oficinas de ilustração a estudantes da rede pública de Canoas

Alunos da rede pública de ensino de Canoas terão a oportunidade de participar, em novembro, do projeto Sesc Mais Leitura. Nos dias 7 e 8, ocorrem as oficinas de ilustração com a escritora Ana Terra. As atividades serão feitas no Teatro do Sesc Canoas (Rua Guilherme Schell, 5340), às 10h e às 14h30. Escolas interessadas devem realizar agendamento prévio pelo telefone (51) 3456-2013. Mais informações podem ser obtidas na página www.facebook.com.br/sesccanoas.

Durante a oficina, os participantes serão apresentados ao universo da ilustração como linguagem narrativa. A atividade será dividida entre a parte expositiva, em que a autora mostrará sua obra, traços e trajetória, além da parte prática, em que os participantes serão convidados a produzir e criar suas próprias narrativas.

Sobre o Projeto Sesc Mais Leitura - A democratização da leitura e a formação de novos leitores estão entre os objetivos e desafios do Sistema Fecomércio-RS/Sesc no âmbito da educação e cultura. Com o Sesc Mais Leitura, estudantes gaúchos têm a oportunidade de receber em suas escolas diversos escritores que utilizarão obras das bibliotecas locais do Sesc para debater sobre os temas abordados nos livros escolhidos. O projeto faz parte do Arte Sesc – Cultura por toda parte.

Projeto Sesc Mais Leitura – Canoas

Oficinas de ilustração com Ana Terra
Data: 7 e 8 de novembro
Horários: 10h e 14h30
Local: Teatro do Sesc Canoas (Rua Guilherme Schell, 5340)
Entrada franca, mediante agendamento prévio das escolas pelo telefone (51) 3456-2013

 

Assembleia Legislativa recebe pedido de impedimento do governador do Estado

A presidente da Assembleia Legislativa, deputada Silvana Covatti (PP), recebeu, na manhã desta segunda-feira, 24 de outubro, o pedido de impeachment do governador do Estado, José Ivo Sartori (PMDB), entregue pela presidente do Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul (Cpers), Helenir Schurer.

No ato, a chefe do Poder Legislativo ouviu as reivindicações dos presentes e garantiu que o pedido será analisado pela Presidência da Casa e, logo após, encaminhado à Procuradoria do Parlamento, conforme tramitação prevista em lei. “Entendemos a seriedade deste pedido e o analisaremos com a devida atenção e profunda responsabilidade”. A parlamentar garantiu empenho para que a matéria seja tratada com o máximo de celeridade.

O encontro da presidente com o Cpers foi acompanhado pela imprensa e contou com ampla representação. Estiveram presentes membros do Cpers, da Central Única dos Trabalhadores (CUT), de movimentos estudantis e sociais, diretores de escolas.

 

Analistas-Tributários irão parar a Receita Federal na próxima semana

Mais de oito mil Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil paralisarão suas atividades de segunda-feira, dia 24, a quarta-feira, dia 26 de outubro, em todas as unidades do órgão. Nestes três dias, não serão realizadas análise de processos de cobrança, restituição e compensação, orientação aos contribuintes, inscrição de cadastros, regularização de débitos e pendências, análise dos pedidos de parcelamento, emissão de certidões negativas e de regularidade, revisões de declarações, atendimentos a demandas e respostas a ofícios de outros órgãos, entre outras atividades.

Nas unidades aduaneiras, os Analistas-Tributários cruzarão os braços na Zona Primária (Portos, Aeroportos e Postos de Fronteira), nos serviços das Alfândegas e Inspetorias, como despachos de exportação, conferência física, trânsito aduaneiro, embarque de suprimentos, operações especiais de vigilância e repressão, verificação física de mercadorias e bagagens, entre outros.

A paralisação é em protesto contra atos da administração da Receita Federal que, nas últimas semanas, tem interferido na tramitação do Projeto de Lei 5.864/2016, em análise na Comissão Especial da Câmara dos Deputados e que reestrutura a remuneração dos servidores da Carreira de Auditoria e institui programa de modernização e eficiência do órgão. O relatório final do substitutivo do Projeto de Lei 5.864/2016 pode ser votado na próxima terça-feira, dia 25, na Câmara dos Deputados. A administração da Receita Federal, inclusive, prejudicou a tramitação do PL e comprometeu a implementação do reajuste salarial dos servidores, definido em acordos assinados em março deste ano.

Nas últimas semanas, a administração da Receita Federal tentou derrubar o substitutivo do Projeto de Lei 5.864/2016, com o objetivo de impor o texto original, que trouxe dispositivos que não foram negociados com o conjunto dos servidores e que contemplavam apenas os interesses do cargo a qual pertencem os administradores do órgão. No texto defendido pela administração da Receita Federal, foram incluídas mudanças que alteram a estrutura da Carreira de Auditoria, comprometem o funcionamento do órgão, criam prerrogativas e privilégios para o cargo dos administradores.

O texto defendido pela administração da Receita Federal também traz uma série de ameaças à sociedade e compromete efetivamente a arrecadação, cobrança, atendimento ao contribuinte, fiscalização e controle aduaneiro, ao buscar a concentração de atividades do órgão em apenas um dos cargos que integram a Carreira de Auditoria.

Se aprovada a proposta da administração da Receita Federal, será estabelecido o fim da atuação dos Analistas-Tributários que hoje são os principais responsáveis por realizar as abordagens de veículos e pessoas, verificação de bagagens, bens e mercadorias com a utilização de escâneres e apoio de cães de faro, amostragem de alvos, verificação de documentos, busca aduaneira, revistas pessoais, procedimentos que resultam na apreensão anual de aproximadamente R$ 2 bilhões de produtos ilegais e até mesmo na prisão de criminosos por todo o país.

O projeto da administração da RFB também criaria limitações à atuação dos Analistas-Tributários que hoje são responsáveis pela gestão de mais de 300 unidades do órgão e por centenas de equipes de arrecadação e cobrança.

Sílvia de Alencar - Sindireceita.JPGA presidente do Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), Sílvia de Alencar, alerta que a proposta defendida pelos administradores da Receita Federal também compromete atividades como tributação, fiscalização, julgamento, atendimento, arrecadação, cobrança e tecnologia. “Essas atividades são essenciais para a Receita Federal, que necessita urgentemente apresentar sua contribuição para que o Estado Brasileiro possa enfrentar a grave crise fiscal que compromete as contas públicas e a prestação de serviço a toda população”, critic

Analistas-Tributários irão parar a Receita Federal na próxima semana


Mais de oito mil Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil paralisarão suas atividades de segunda-feira, dia 24, a quarta-feira, dia 26 de outubro, em todas as unidades do órgão. Nestes três dias, não serão realizadas análise de processos de cobrança, restituição e compensação, orientação aos contribuintes, inscrição de cadastros, regularização de débitos e pendências, análise dos pedidos de parcelamento, emissão de certidões negativas e de regularidade, revisões de declarações, atendimentos a demandas e respostas a ofícios de outros órgãos, entre outras atividades.

Nas unidades aduaneiras, os Analistas-Tributários cruzarão os braços na Zona Primária (Portos, Aeroportos e Postos de Fronteira), nos serviços das Alfândegas e Inspetorias, como despachos de exportação, conferência física, trânsito aduaneiro, embarque de suprimentos, operações especiais de vigilância e repressão, verificação física de mercadorias e bagagens, entre outros.

A paralisação é em protesto contra atos da administração da Receita Federal que, nas últimas semanas, tem interferido na tramitação do Projeto de Lei 5.864/2016, em análise na Comissão Especial da Câmara dos Deputados e que reestrutura a remuneração dos servidores da Carreira de Auditoria e institui programa de modernização e eficiência do órgão. O relatório final do substitutivo do Projeto de Lei 5.864/2016 pode ser votado na próxima terça-feira, dia 25, na Câmara dos Deputados. A administração da Receita Federal, inclusive, prejudicou a tramitação do PL e comprometeu a implementação do reajuste salarial dos servidores, definido em acordos assinados em março deste ano.

Nas últimas semanas, a administração da Receita Federal tentou derrubar o substitutivo do Projeto de Lei 5.864/2016, com o objetivo de impor o texto original, que trouxe dispositivos que não foram negociados com o conjunto dos servidores e que contemplavam apenas os interesses do cargo a qual pertencem os administradores do órgão. No texto defendido pela administração da Receita Federal, foram incluídas mudanças que alteram a estrutura da Carreira de Auditoria, comprometem o funcionamento do órgão, criam prerrogativas e privilégios para o cargo dos administradores.

O texto defendido pela administração da Receita Federal também traz uma série de ameaças à sociedade e compromete efetivamente a arrecadação, cobrança, atendimento ao contribuinte, fiscalização e controle aduaneiro, ao buscar a concentração de atividades do órgão em apenas um dos cargos que integram a Carreira de Auditoria.

Se aprovada a proposta da administração da Receita Federal, será estabelecido o fim da atuação dos Analistas-Tributários que hoje são os principais responsáveis por realizar as abordagens de veículos e pessoas, verificação de bagagens, bens e mercadorias com a utilização de escâneres e apoio de cães de faro, amostragem de alvos, verificação de documentos, busca aduaneira, revistas pessoais, procedimentos que resultam na apreensão anual de aproximadamente R$ 2 bilhões de produtos ilegais e até mesmo na prisão de criminosos por todo o país.

O projeto da administração da RFB também criaria limitações à atuação dos Analistas-Tributários que hoje são responsáveis pela gestão de mais de 300 unidades do órgão e por centenas de equipes de arrecadação e cobrança.

Sílvia de Alencar - Sindireceita.JPGA presidente do Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita), Sílvia de Alencar, alerta que a proposta defendida pelos administradores da Receita Federal também compromete atividades como tributação, fiscalização, julgamento, atendimento, arrecadação, cobrança e tecnologia. “Essas atividades são essenciais para a Receita Federal, que necessita urgentemente apresentar sua contribuição para que o Estado Brasileiro possa enfrentar a grave crise fiscal que compromete as contas públicas e a prestação de serviço a toda população”, critic

 

2º Festival da Cerveja Artesanal acontece no estacionamento coberto do Canoas Shopping

Nos dias 29 e 30 de outubro o estacionamento coberto do Canoas Shopping sedia a segunda edição do Festival da Cerveja Artesanal, evento que reúne as cervejarias Babel e Oito de Porto Alegre, Maniba de Novo Hamburgo, Edelbrau de Nova Petrópolis e Kombier de Canoas, além de food trucks e shows ao vivo.

O festival inicia às 11h e tem previsão de encerramento às 22h com a exposição de diferentes tipos de cervejas artesanais comercializadas diretamente pelos produtores que também disponibilizam informações sobre seus processos de produção. O público ainda pode apreciar os lanches dos food trucks Bruxelas, Ligeirin, Pankecas, Pizzazinha e Vaka Louka, além de assistir um show com música ao vivo no dia 29 e curtir a discotecagem da comunicadora Aline Elwanger, da Rádio Itapema FM no dia 30, sendo que ambas as atrações acontecem a partir das 17h.

O evento é sob medida não só para quem aprecia cervejas artesanais e quer descobrir novos sabores, mas também  cervejeiros em busca de troca de experiências ou quem tem intenção de fazer cerveja em casa. A entrada é franca.

SERVIÇO:

2º Festival da Cerveja Artesanal

  • ·         Data: 29 e 30 de outubro
  • ·         Local: Térreo do Edifício Garagem do Canoas Shopping
  • ·         Horário:  das 11h às 22h, com início dos shows às 17h
  • ·         Entrada gratuita
 

Capacitação onde o empresário estiver

Porto Alegre – Gerenciar o tempo disponível é uma grande oportunidade para ampliar conhecimento. Nesse contexto, o SEBRAE oferece centenas de soluções de ensino à distância (EAD), tanto para quem já é empresário quanto para os interessados em abrir a própria empresa. As opções de cursos estão disponíveis durante o ano todo. Basta acessar o endereço https://ead.sebrae.com.br/.
A técnica da gerência de Soluções do SEBRAE/RS Marie Christine Julie Mascarenhas Fabre conta que há uma grade extensa de atividades, número esse que foi ampliado no início de 2016. “São capacitações tanto para empresários quanto para quem deseja iniciar um novo projeto profissional, nos mais diversos formatos”, disse.
Entre eles estão cursos, oficinas por celular, além de opções como jogos, vídeos, e-books, podcasts e eventos virtuais. “Todas as ações têm acompanhamento de um tutor durante todo o tempo de curso. Além disso, o participante pode trocar informações com outros empresários neste ambiente virtual”, destaca Marie. Segundo a técnica, um dos pontos de destaque para quem procura esse tipo de atividade é a possibilidade de participar no dia, horário e local desejado, sempre de acordo com a disponibilidade de tempo de cada um.
Apoio desde o início da empresa
Foi essa uma das características que fez o empreendedor Antonio Carlos Cardoso procurar o SEBRAE/RS. Em sociedade com a filha Daphne Cardoso, administra a Invertech, empresa de manutenção eletroeletrônica industrial, e a Centraltec, voltada para a venda de equipamentos industriais. Quando resolveu mudar do ramo de comércio para empreender, em 2013, Cardoso enxergou possibilidades de mercado, mas queria aperfeiçoar o que sabia. “Eu vendia basicamente o que faço manutenção hoje. Havia dificuldade em encontrar lugares para reparo, então vi que seria um bom caminho. O próximo passo foi procurar auxílio do SEBRAE/RS”, conta.
Segundo ele, gerenciar um negócio é diferente de ser o proprietário. Foi preciso organizar a estrutura, captar clientes e fornecedores adequados. “Uma das primeiras atividades online que fiz foram os cursos de fluxo de caixa e fidelização de cliente. Ambas me ajudaram muito no negócio”, relembra. Para Cardoso, a flexibilidade de tempo foi fundamental na escolha por esse tipo de metodologia. “Fazia sempre nos horários que eu tinha disponíveis, de acordo com a minha necessidade”, ressalta. O empresário viu o faturamento crescer com apoio das ações do SEBRAE/RS. “Em 2013 contabilizamos R$ 200 mil, cifra que se elevou para R$ 900 mil no ano passado”, disse.
Até hoje o empresário contabiliza cerca de 14 atividades feitas a partir do portal EAD do SEBRAE. A prática foi sendo transmitida para a filha, que já participou de alguns cursos à distância. Agora, juntos, irão realizar a primeira capacitação presencial, mas Cardoso ressalta que não vai abandonar a internet. “Faremos o Empretec, mas continuo sendo fã do EAD. Percebi o impacto de todas as atividades que realizei no meu negócio. O nosso nível de administração atual chegou no ponto que alcançamos graças a esse apoio”, finaliza.

Porto Alegre – Gerenciar o tempo disponível é uma grande oportunidade para ampliar conhecimento. Nesse contexto, o SEBRAE oferece centenas de soluções de ensino à distância (EAD), tanto para quem já é empresário quanto para os interessados em abrir a própria empresa. As opções de cursos estão disponíveis durante o ano todo. Basta acessar o endereço https://ead.sebrae.com.br/.

A técnica da gerência de Soluções do SEBRAE/RS Marie Christine Julie Mascarenhas Fabre conta que há uma grade extensa de atividades, número esse que foi ampliado no início de 2016. “São capacitações tanto para empresários quanto para quem deseja iniciar um novo projeto profissional, nos mais diversos formatos”, disse.

Entre eles estão cursos, oficinas por celular, além de opções como jogos, vídeos, e-books, podcasts e eventos virtuais. “Todas as ações têm acompanhamento de um tutor durante todo o tempo de curso. Além disso, o participante pode trocar informações com outros empresários neste ambiente virtual”, destaca Marie. Segundo a técnica, um dos pontos de destaque para quem procura esse tipo de atividade é a possibilidade de participar no dia, horário e local desejado, sempre de acordo com a disponibilidade de tempo de cada um.

Apoio desde o início da empresa

Foi essa uma das características que fez o empreendedor Antonio Carlos Cardoso procurar o SEBRAE/RS. Em sociedade com a filha Daphne Cardoso, administra a Invertech, empresa de manutenção eletroeletrônica industrial, e a Centraltec, voltada para a venda de equipamentos industriais. Quando resolveu mudar do ramo de comércio para empreender, em 2013, Cardoso enxergou possibilidades de mercado, mas queria aperfeiçoar o que sabia. “Eu vendia basicamente o que faço manutenção hoje. Havia dificuldade em encontrar lugares para reparo, então vi que seria um bom caminho. O próximo passo foi procurar auxílio do SEBRAE/RS”, conta.

Segundo ele, gerenciar um negócio é diferente de ser o proprietário. Foi preciso organizar a estrutura, captar clientes e fornecedores adequados. “Uma das primeiras atividades online que fiz foram os cursos de fluxo de caixa e fidelização de cliente. Ambas me ajudaram muito no negócio”, relembra. Para Cardoso, a flexibilidade de tempo foi fundamental na escolha por esse tipo de metodologia. “Fazia sempre nos horários que eu tinha disponíveis, de acordo com a minha necessidade”, ressalta. O empresário viu o faturamento crescer com apoio das ações do SEBRAE/RS. “Em 2013 contabilizamos R$ 200 mil, cifra que se elevou para R$ 900 mil no ano passado”, disse.

Até hoje o empresário contabiliza cerca de 14 atividades feitas a partir do portal EAD do SEBRAE. A prática foi sendo transmitida para a filha, que já participou de alguns cursos à distância. Agora, juntos, irão realizar a primeira capacitação presencial, mas Cardoso ressalta que não vai abandonar a internet. “Faremos o Empretec, mas continuo sendo fã do EAD. Percebi o impacto de todas as atividades que realizei no meu negócio. O nosso nível de administração atual chegou no ponto que alcançamos graças a esse apoio”, finaliza.

 
Página 7 de 275

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital