Jornal Correio de Notícias

Página Inicial | Plantão

Plantão

Projeto que previa a inclusão dos alunos da Educação Infantil nas competições escolares canoenses é vetado pelo Executivo

Canoas - A Câmara manteve, nesta terça-feira, 17, o veto total do Executivo ao projeto de lei 41/2017, que prevê a participação dos alunos da educação infantil nas Competições Escolares Canoenses (CECA). O PL 41/2017), de autoria do vereador Eric Douglas (PTB), altera o art.º 4º da Lei nº 5538, de 27 de setembro de 2010.

Segundo o governo, a proposição ultrapassa o âmbito de competência legislativa, tendo em vista impõe obrigações ao Poder Executivo, atribuindo à administração a incumbência de desenvolver atividades e procedimentos para implementação da participação dos alunos dessa etapa escolar. O Executivo também destaca que os alunos da Educação Infantil já se encontram contemplados no programa denominado CEQUINHA, desde a edição de 2017.

Sessão ordinária de 17/4 – requerimentos aprovados

Requerimento 89/2018. Autoria: Gabinete Vereador Sargento Santana (PTB). Solicita o desarquivamento do Projeto de Lei Legislativo 32/2017 e a sua inclusão na Ordem do Dia de 24/4.

Requerimento 96/2018. Autoria: Gabinete Vereador Juares Hoy (PTB). Voto de pesar pelo falecimento do empresário canoense Luís Fernando Cardoso da Silveira, ocorrido em 10 de abril.

Requerimento 97/2018. Autoria: Gabinetes Vereadora MARIA EUNICE (PTB) e Vereador Aloisio Bamberg (PCdoB). Voto de pesar pelo falecimento da professora canoense Cledi Nunes, ocorrido em 11 de abril.

Requerimento 98/2018. Autoria: Vereador Alexandre Gonçalves (PPS), subscrito pelos demais parlamentares. Moção de apoio à permanência da Procuradoria Seccional da Fazenda Nacional no município de Canoas.

 

 

RGE e RGE Sul em alerta para possibilidade de temporais

O avanço de uma massa de ar polar sobre a região Sul do país, a partir desta sexta-feira, 23, deve causar temporais de grandes proporções em todo território gaúcho durante o final de semana. O monitoramento climático adquirido pelos Centros de Operações Integrado (COIs) da RGE e RGE Sul, junto a um instituto privado de meteorologia, indica a possibilidade ventania com velocidade superior a 80 km/h, índices pluviométricos que podem provar enchentes e também incidência de granizo em pontos isolados do Estado.

Trabalhando com a perspectiva da confirmação deste cenário, as distribuidoras alocaram equipes em pontos estratégicos de suas áreas de concessão para atuar com mais velocidade em prováveis danos na rede de distribuição.

As áreas de instabilidade deve atingir o Norte e Nordeste gaúcho ainda nesta sexta-feira. Entretanto, o clima mais severo deve se configurar no sábado, quando o sistema de baixa pressão empurra para fora do Estado a massa de ar seco e provoca temporais na fronteira com a Argentina e também na região central do Rio Grande do Sul.

No começo da tarde, a frente fria ganha volume e as áreas de instabilidade predominam. O volume expressivo de chuva pode provocar cheias nos rios e comprometer os acessos às cidades e o deslocamento de equipes das distribuidoras, especialmente nas áreas rurais.

No domingo, a frente fria começa a deixar o Estado mas ainda deve provocar temporais em todas as regiões entre a madrugada e manhã. O tempo começa a limpar à tarde, porém, as temperaturas devem despencar e a condição favorável à formação de temporais se reduz. A segunda-feira ainda pode chover em alguns pontos, porém, não há alerta de temporais.

Em alguns momentos, por causa do volume de ocorrências, o nossos Call Centers podem passar por congestionamentos em determinados momentos. Por isso, os consumidores contam outros canais de atendimento para informar à RGE e RGE Sul sobre problemas de falta de energia elétrica:

Call Center:

RGE: 0800 970 0900

RGE Sul: 0800 707 7272

Pela internet: www.rge-rs.com.br e www.rgesul.com.br


Pelo SMS Center:

RGE: SMS com a palavra LUZ + Código de Cliente para 27350 (se nunca usou o serviço, mandar antes IN + Código de Cliente para o mesmo número para cadastro)

RGE Sul: SMS com o Seu Código para 28410


Aplicativo para smartphone: CPFL Energia, no qual estão disponíveis os serviços da RGE. O aplicativo está disponível gratuitamente para iOS, Android e Windows Phone.

 

HempMeds® Brasil e ANUC promovem Simpósio sobre os benefícios do canabidiol em cidades do RS

A HempMeds® Brasil, subsidiária do grupo americano Medical Marijuana, Inc. e primeira empresa autorizada pela Anvisa a importar um produto à base de canabidiol ao Brasil, em parceria com a ANUC – Associação Nacional dos Usuários de Canabidiol, promovem nos dias 19, 21 e 23 de março, Simpósio sobre os benefícios do canabidiol, no Rio Grande do Sul, nas cidades de Canoas, Passo Fundo e Porto Alegre. É a primeira vez que hospitais oferecem à comunidade médica uma atividade sobre o produto à base de cannabis. As inscrições são gratuitas e há limite de vagas.

No dia 19 de março, o evento acontece na ULBRA – Universidade Luterana do Brasil, em Canoas, onde o Dr. Jorge Luiz Winckler, professor regente de neurologia da Universidade, será responsável pelo lançamento de um estudo clínico inédito sobre o tratamento com CBD para pacientes com Parkinson, desenvolvido através de uma parceria entre e HempMeds ® Brasil e o Dr. Kelson James Almeida, neurologista e atual diretor técnico do Centro Integrado de Reabilitação – CEIR do Piauí.

Já no dia 21, o Simpósio se repetirá no Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, dessa vez comandado pelo Dr. Alan Fröhlich, neurologista do Serviço de Neurologia e Neurocirurgia e pelo Dr. Daniel Lima Varela, professor de neurologia da IMED e coordenador do ambulatório do Hospital. Nesta data, o CEO da Medical Marijuana Inc. Stuart Titus, será o responsável pela apresentação sobre o uso de CBD como forma de tratamento para diversas doenças.

“Nosso objetivo é compartilhar informações científicas a respeito dos benefícios do canabidiol no tratamento de várias enfermidades. Além disso, queremos estreitar laços com a comunidade médica local e trocar experiências de sucesso com o uso medicinal do CBD”, afirma Titus.

Em Porto Alegre, o evento acontecerá no dia 23, no Auditório do Hospital Moinhos do Vento e será coordenado pelo CEO da ANUC, Franklin Vargas.

Serviço – Simpósio sobre os benefícios do canabidiol

Dias: 19, 21 e 23 de março

Locais: ULBRA – Universidade Luterana do Brasil, em Canoas e Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, Hospital Moinhos de Vento em  Porto Alegre, no rio Grande de Sul

Inscrições: Gratuitas através do site https://hempmeds.com.br/beneficios-do-cbd-rio-grande-do-sul/

Mais informações: (51) 9 8011-3880

 

Novos corretores de imóveis em Canoas

Nesta sexta-feira, 9, em Canoas, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Rio Grande do Sul - 3ª sub-região (CRECI-RS) habilita novos profissionais do mercado imobiliário. Em ato solene, no plenário da Câmara de Vereadores, 31 (trinta e um) corretores de imóveis recebem suas carteiras profissionais e 9 (nove) imobiliárias receberão o certificado de pessoa jurídica para desempenhar suas atividades de forma legal.

Na ocasião, o conselho realizará a entrega do certificado de jubilamento para 7 (sete) corretores de imóveis com mais de 70 anos de idade e no mínimo 20 anos de atividade no mercado de trabalho.

Em 2018 o mercado imobiliário dá sinais de reaquecimento fomentando o ingresso de novos corretores de imóveis para intermediar os negócios. No ano de 2017, em Canoas, foram habilitados 217 (duzentos e dezessete) corretores de imóveis e 12 (doze) imobiliárias. Em todo Rio Grande do Sul, no mesmo período, 2410 (dois mil quatrocentos e dez) corretores de imóveis e 336 (trezentas e trinta e seis) imobiliárias receberam suas credenciais para ingressar no mercado.

Os novos procedimentos administrativos implementados pela gestão trouxeram mais agilidade no processo de credenciamento junto ao conselho. Em 2017 foram realizados 88 (oitenta e oito) atos solenes para entrega dos registros profissionais. Atualmente em Canoas há 827 (oitocentos e vinte e sete) corretores de imóveis e 82 (oitenta e duas) imobiliárias com registro ativo no conselho.

A delegacia do CRECI-RS na 3ª sub-região atende as demandas dos profissionais de Canoas, Esteio, Nova Santa Rita e Sapucaia do Sul. Ao todo, na região, há 1162 (um mil cento e sessenta e dois) corretores de imóveis e 118 (cento e dezoito imobiliárias) em situação regular no CRECI-RS.

Serviço:

Atividade: Ato solene para credenciamento de novos corretores de imóveis e imobiliárias em Canoas;

Local: Plenário da Câmara de Vereadores (Rua Ipiranga 123);

Horário: 16h;

 

GOVERNO FEDERAL AUTORIZA REAJUSTE DA TARIFA DA TRENSURB PARA R$ 3,30

Após dez anos sem aumento, novo valor vigora a partir de sábado, 3 de fevereiro.

O governo federal autorizou a Trensurb a reajustar o valor da passagem unitária do metrô operado pela empresa para R$ 3,30. A nova tarifa passa a vigorar a partir de sábado, 3 de fevereiro. O valor da passagem está congelado em R$ 1,70 desde 5 de janeiro de 2008.

O Governo Federal, como medida de contenção do déficit público, destinou, através de Lei Orçamentária aprovada pelo Congresso Nacional, metade dos recursos de custeio que seriam necessários para o adequado funcionamento da Trensurb em 2018.

As despesas da empresa, nos últimos anos, cresceram em função da expansão do sistema até Novo Hamburgo, agregando cinco novas estações e 9,3 quilômetros de linha, aumentando as despesas de funcionamento enquanto a tarifa manteve-se defasada. Ao mesmo tempo, a Trensurb viu todos os seus custos de operação e manutenção crescerem, particularmente os gastos com a energia elétrica de tração dos trens, que aumentaram mais de 100% de 2007 a 2017.

Mesmo com todos os esforços para realizar cortes de despesas, incluindo a terceirização de atividades de manutenção e a renegociação de contratos até as últimas possibilidades, a Trensurb chegou ao seu limite. Para que não se deixe de oferecer o melhor serviço possível aos usuários do metrô, o reajuste faz-se necessário. Desse modo, a empresa obteve autorização dos ministérios das Cidades e do Planejamento, referendada por seu Conselho de Administração, para realizar tal majoração.

Mesmo com o reajuste para R$ 3,30, a tarifa do metrô segue sendo a mais baixa entre os meios de transporte metropolitanos e a alternativa mais barata e eficiente para se transitar entre os seis municípios atendidos – Porto Alegre, Canoas, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

 

Gamp zomba das leis trabalhistas e atrasa de novo pagamentos em Canoas

Gamp zomba das leis trabalhistas e atrasa de novo pagamentos em Canoas
Mais de uma semana depois do prazo para saldar as remunerações referentes a dezembro, o Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp) volta a atrasar pagamentos, numa clara demonstração de menosprezo às leis trabalhistas. Até o momento, os cerca de 500 médicos que trabalham em todas as unidades administradas pelo Gamp - Hospital Universitário (HU), Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Caçapava e Rio Branco e Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) Recanto dos Girassóis, Travessia, Amanhecer e Novos Tempos -  estão sem receber seus honorários.
A notícia não chega a surpreender: há meses, o Grupo descumpre obrigações trabalhistas básicas sob a bênção da prefeitura de Canoas, que insiste em divulgar material publicitário alegando que o sistema de saúde da cidade é um modelo de qualidade.
O atraso atinge não só os médicos celetistas, mas também aqueles profissionais que atuam sob outros formatos de contratação, como RPA e PJ. Alguns deles estão sem receber há mais de cinco meses. O Simers já comunicou o atraso ao Juízo Trabalhista de Canoas, que está atento ao caso.
No final de dezembro, o Gamp fez um requerimento à Justiça para que o Simers retirasse suas denúncias do ar. Mas a juíza, em seu despacho, afirmou que o pedido “beira a má fé”. Segundo ela, “é de conhecimento de todos os juízes atuantes em Canoas que o GAMP, desde que assumiu a prestação de alguns serviços de saúde em Canoas, atrasa salários e não deposita FGTS.”

Mais de uma semana depois do prazo para saldar as remunerações referentes a dezembro, o Grupo de Apoio à Medicina Preventiva e à Saúde Pública (Gamp) volta a atrasar pagamentos, numa clara demonstração de menosprezo às leis trabalhistas. Até o momento, os cerca de 500 médicos que trabalham em todas as unidades administradas pelo Gamp - Hospital Universitário (HU), Hospital de Pronto Socorro de Canoas (HPSC), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Caçapava e Rio Branco e Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) Recanto dos Girassóis, Travessia, Amanhecer e Novos Tempos -  estão sem receber seus honorários.

A notícia não chega a surpreender: há meses, o Grupo descumpre obrigações trabalhistas básicas sob a bênção da prefeitura de Canoas, que insiste em divulgar material publicitário alegando que o sistema de saúde da cidade é um modelo de qualidade.

O atraso atinge não só os médicos celetistas, mas também aqueles profissionais que atuam sob outros formatos de contratação, como RPA e PJ. Alguns deles estão sem receber há mais de cinco meses. O Simers já comunicou o atraso ao Juízo Trabalhista de Canoas, que está atento ao caso.

No final de dezembro, o Gamp fez um requerimento à Justiça para que o Simers retirasse suas denúncias do ar. Mas a juíza, em seu despacho, afirmou que o pedido “beira a má fé”. Segundo ela, “é de conhecimento de todos os juízes atuantes em Canoas que o GAMP, desde que assumiu a prestação de alguns serviços de saúde em Canoas, atrasa salários e não deposita FGTS.”

 
Página 2 de 283

Publicidade

Publicidade

Blogs

Enquete

Você é favor da convocação de Eleições Gerais no Brasil
 

Twitter CN

    Newsletter

    Expediente

    EXPEDIENTE
    Rua Santos Ferreira, 50
    Canoas - RS
    CEP 92020-000
    Fone: (51) 3032-3190
    e-mail: redacao@jornal
    correiodenoticias.com.br

    Banner
    Banner
    Banner

    TurcoDesign - Agencia de Publicidade Digital